BR-163: Rota do Oeste quer 14 anos para concluir duplicação

0
Rota do Oeste exige 14 anos para concluir duplicação da BR 163. Foto: reprodução internet

Concessionária Rota do Oeste tinha de duplicar 453 km da rodovia em Mato Grosso, mas só fez a obra por 117 km e quer diluir o restante pelos próximos 14 anos

Lu Aiko Otta, O Estado de S.Paulo

A concessionária mais adiantada na renegociação de prazo para realização de investimentos é a Rota do Oeste, que administra um trecho de 850,9 km da BR-163 em Mato Grosso. O contrato prevê a duplicação dos 453 km de pista simples da via. Até o momento, a empresa entregou 117 km. E, segundo informou, pretende diluir o restante do investimento ao longo de 14 anos.

Uma dilatação tão grande no prazo provocou protestos na Câmara dos Deputados, que na semana passada discutiu a Medida Provisória (MP) 800 na Comissão de Viação e Transportes.

A BR-163 é a principal rodovia para o escoamento da produção de grãos Foto: Raimundo Paccó/FramePhoto – 10/3/2017
“Quatorze anos não é um prazo razoável”, protestou o deputado Xuxu dal Molin (PSC-MT). Ele afirmou que, da forma como está, a rodovia “não aguenta a próxima safra” e que os investimentos são urgentes. A BR-163 é a principal via de escoamento da produção de grãos.
A Rota do Oeste informou que vê na adesão à MP uma possibilidade de retomar os investimentos, paralisados em 2016 pela falta do financiamento solicitado ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Tal retomada seria dada por meio de reescalonamento de seus investimentos, com a elaboração de um novo cronograma de obras, com prioridade aos pontos de maior demanda”, informou.
Desde que iniciou a operação da rodovia, a concessionária arrecadou R$ 720 milhões em receitas de pedágio. No período, os investimentos realizados somaram R$ 1,8 bilhão. A diferença mostra a importância do financiamento no equacionamento do negócio, cujos investimentos são concentrados nos primeiros anos do contrato.
Além da Rota do Oeste, a MGO Rodovias informou que ingressará com o pedido de reprogramação de investimentos esta semana. Ela administra 436,6 km da BR-050 em Goiás e Minas Gerais. Seu contrato previa a duplicação de 219 km. Faltam 90 km. Segundo o presidente da concessionária, Paulo Lopes, não será necessário repactuar os investimentos por 14 anos, e sim por 12.
(…)
A MS Via, responsável por 847,2 km da BR-163 em Mato Grosso do Sul. Pelo contrato, tem 818 km para duplicar até 2019. Segundo a concessionária, já foram executados 138,5 km até abril um volume acima do compromisso fixado para o período, que eram 129 km.

COMENTAR

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui