Forças de segurança pública realizam operação integrada de trânsito em Tangará da Serra

0
Operação caça-níquel já chegou em Tangará da Serra (foto), fatura pesado em Cuiabá e deve se estender para os demais municípios

A operação deflagrada pelas forças de segurança pública gerou insatisfação para alguns moradores e dividiu a opinião da população. As criticas são com relação as enormes filas e a presunção de que todos os condutores de veículos sejam suspeitos de irregularidades, quando alei diz exatamente o contrário – prevalece a presunção de inocência.

Por outro lado, a população aplaude o combate sem trégua a criminalidade e a iniciativa de localizar veículos roubados e de tirar criminosos de circulação. Nesse particular, a comunidade é unanime em apoiar os trabalho imprescindível das forças de segurança pública.

Outro questionamento, se afigura arbitrário o estado utilizar as forças de segurança para cobrar condutores inadimplentes com o IPVA. A PGE tem servidores muito bem pagos para cobrar em juízo esse tributo.

O blog entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública, que por meio de sua eficiente assessoria de comunicação, enviou a nota que segue:

Secretaria de Segurança Pública informa que realiza nesta sexta-feira (02.02), no município de Tangará da Serra (a 242 km de Cuiabá), a Operação Integrada de Trânsito. Destaca também que visa com a medida fortalecer a sensação de segurança da população na região. Referente a concentração de veículos que gerou um pequeno congestionamento, esclarece que é necessário, pois é uma operação policial, porém os veículos em situação regular são retirados, liberando o fluxo.

Sobre os OCR´s

Desde novembro de 2017 viaturas da Polícia Militar (PM) e da Polícia Judiciária Civil (PJC) contam com câmaras que auxiliam no trabalho de verificação das placas de veículos. O projeto denominado de OCR’s (leitores ópticos de caracteres).

No interior desses carros das polícias há um computador que acessa o banco de dados do Departamento Estadual de Trânsito. Essas informações são atualizadas diariamente, o que possibilita verificar se os automóveis com as placas filmadas são furtados, roubados ou irregulares.

Os equipamentos são locados pelo Detran e a utilização é fruto de uma parceria entre a Sesp, Detran, Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil. Ainda há previsão de instalar em outras viaturas, expandindo o sistema tanto em viaturas da PM como da PJC.

COMENTAR

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui