Sábado, 20 de Abril de 2019


CIDADES Sábado, 30 de Março de 2019, 20h:20 - A | A

BARRA DO BUGRES

facebook TWITTER PRINTER gplus

Raimundão engorda o próprio holerite e de secretários

Barra do Bugres é um bolsão de pobreza sacudido por graves problemas sociais

Da Redação

Arquivo/A Bronca Popular

Barra do Bugres é um bolsão de pobreza sacudido por graves problemas sociais. A cidade não tem infraestrutura adequada. O desemprego expulsa filhos de tradicionais moradores da cidade para Cuiabá, Tangará da Serra, Lucas do Rio e Nova Mutum. A migração é motivada pela busca de renda e de uma existência menos sofrida.

Indiferente a esse drama social e incapaz de melhorar as condições de vida da população, prefeito Raimundo Nonato mirou no próprio bolso e concedeu aumento de mais de R$ 660 em seu já gordo holerite, além de reajustar a remuneração do vice, dos seus secretários municipais e demais servidores.

Conforme a lei aprovada pela subserviente Câmara de Vereadores, o reajuste salarial tem como base a reposição inflacionária concedida anualmente aos servidores públicos, tomando como base o cálculo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que neste caso acumulado, janeiro de 2018 a dezembro de 2018, chegou a 3,43%.

Com a nova lei, Raimundo Nonato passa a ganhar dos cofres públicos R$ 20.044,73 mil mensal. O vice-prefeito, Gustavo Abi, que também ocupa o cargo de secretário de Governo, vai embolsar R$ 10.022,71 mil. Já os secretários municipais passarão a ter proventos no valor de R$ 8.648,16 mil.  

Imprimir




image
image
image
image


(65) 99978.4480

abroncapopular@gmail.com

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT