Terça-feira, 18 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020, 15:23 - A | A

21 de Outubro de 2020, 15h:23 - A | A

POLÍTICA /

Dono de auto escola suspeito de matar dois tangaraenses lança esposa vereadora em Diamantino

Edésio Adorno
Tangará da Serra



O empresário do setor de auto escola em Diamantino, Paulo Henrique Burin, também conhecido pelo apelido de Xuxa, é acusado pelo Ministério Público de matar os jovens de Tangará da Serra Thiago Luiz da Silva Campos e Eldes Fernando dos Santos.

O crime aconteceu no dia 25 de outubro de 2019. Paulinho da Auto Escola permaneceu foragido por 12 dias antes de se entregar.  

Nossa reportagem apurar que Xuxa foi beneficiado por um Habeas Corpus do desembargador Pedro Sakamoto e está leve, livre, solto e circulando impunemente pelas ladeiras do velho Diamantino. Apuramos também que Henrique Burin continua muito bem relacionado no mundo político da cidade e mantém boa relação com o prefeito Eduardo Capistrano, que tenta a reeleição.  

A influência de Xuxa é tanta que ele teve a ousadia de lança a própria esposa, Lydia Maria de Almeida, a Lydia da Auto Escola, candidata a vereadora pelo PSDB, que faz parte da coligação de Capistrano.

Lydia.JPG

 

Obviamente que o prefeito e Lydia nada tem a ver com o duplo homicídio praticado pelo empresário e jamais podem ser responsabilizados pela delinquência do tresloucado indivíduo.  

Resta, no entanto, uma dúvida: será que em suas reuniões políticas ou em live ao lado do prefeito Eduardo Capistrano, será que a candidata Lydia se propõe a defender a família, a vida, os valores cristãos? Será que tem proposta para atender viúvas e órfãos?

A questão não é ordem legal, e sim de moralidade, insumo que infelizmente se encontra em falta no mercado persa da política.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT