Sábado, 22 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 28 de Agosto de 2020, 11:43 - A | A

28 de Agosto de 2020, 11h:43 - A | A

POLÍTICA / TANGARÁ NAS URNAS

PL do senador Wellington é mais um partido que engrossa bloco de apoio a Vander Masson

Edésio Adorno
Tangará da Serra



Sem alardes e ao bom estilo “mineirinho come quieto”, o pré-candidato a prefeito de Tangará da Serra, empresário Vander Masson (PSDB), costura uma forte base partidária. Ele já contava com o apoio do PTB, PODEMOS e do PSDB. Neste final de semana, conseguiu atrair mais duas legendas.  

O Partido Liberal (PL), que tem como maior liderança no Estado o senador Wellington Fagundes e, no plano nacional, integra a base de apoio do presidente Jair Bolsonaro no Congresso, anunciou adesão ao projeto Masson.  

Em Tangará da Serra, o PL é presidido pelo professor Palminio Garrido, que nas eleições de 2018 disputou uma cadeira na Câmara de Vereadores.  

Outro partido que também abriu mão de disputar a majoritária para apoiar o pré-candidato Vander Masson é o PV, do atual vice Renato Gouveia, que por motivos particulares refluiu da corrida a prefeitura e agora faz parte da aliança construída pelo tucano.  

O PDT do radialista, ex-vereador e presidente da Câmara, Silvio Sommavilla ainda discute internamente que rumo o partido deve seguir. Segundo observadores políticos, a tendência é o PDT se juntar ao bloco de apoio a Vander Masson.

Em uma nota compartilhada nas redes sociais, Vander escreveu:

"Firmamos mais duas importantes parcerias. O PV e o PL se aliam a nossa base composta por PTB, PODEMOS e PSDB.É o momento de unirmos forças em benefício da comunidade tangaraense. Agradecemos a confiança dos membros das legendas, pelo apoio prestado a nossa pré-candidatura".        

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT