Segunda-feira, 24 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 13 de Julho de 2020, 16:42 - A | A

13 de Julho de 2020, 16h:42 - A | A

POLÍTICA / Suspeita de treta

Documentos supostamente achados no entorno da Santa Casa pode ser armação de Moraes e Nascimento

Da Redação



Os deputados Elizeu Nascimento (DC) e Ulisses Moraes (PSL) gravaram despejaram nas redes sociais um vídeo com uma denúncia surreal: os parlamentares de oposição ao governo afirmam que foram informados sobre a existência de uma pasta recheada de documentos relacionados a covid-19, que teria sido descartada, jogada em um terreno baldio nas proximidades da Santa Casa de Cuiabá.  

A pessoa que achou ‘os documentos’ não fiz um vídeo e nenhuma denúncia em grupos de Whatsapp, como habitualmente acontece em casos dessa natureza. Preferiu preservar a cena do suposto crime e acionar os deputados, que já chegaram ao local com os celulares gravando tudo.  

Em sua página no Facebook, Elizeu Nascimento, que é pré-candidato ao senado, disparou:  

“Depois de atenderem uma denúncia grave nas proximidades do Hospital Santa Casa em Cuiabá, os deputados estaduais Elizeu Nascimento (DC) e Ulysses de Moraes (PSL) depararam com algo “inacreditável”.  

Foi encontrado uma pasta preta, contendo vários documentos da saúde jogados no meio do mato. Os papéis continham o timbre do Governo de Mato Grosso, como também nomes de pacientes relacionados a UTI’s da Covid-19.”

Nem é preciso ser um Sherlock Holmes para deduzir com absoluta segurança que alguém dos quadros da Santa Casa, provavelmente ligado aos deputados, subtraiu a tal pasta preta, cuidou de   jogá-la no terreno próximo a unidade de saúde, preparou o cenário e chamou os nobre e midiáticos parlamentares para o desfecho do circo.  

Então, o “incrível achado” pode não ser achado coisa nenhuma. Tem cara, cor e cheiro de armação midiática para atacar o governo, prejudicar a política de enfrentamento a pandemia do novo coronavírus e contribuir para com a elevação do números de mortes. Afinal, é da desgraça alheia que políticos populistas e demagógicos sobrevivem.

A suspeita de que o Governo do Estado  jogaria documentos públicos em terreno baldio só cabe na cabeça de jerico ou quem pensa com a cabeça sem neuronio dos oportunistas de plantão. Esse caso precisa, deve e será investigado pela PJC. 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT