Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 02 de Junho de 2020, 09:09 - A | A

Terça-feira, 02 de Junho de 2020, 09h:09 - A | A

CENSURA, NUNCA MAIS!

Padre Paulo Ricardo lança campanha nacional contra PL 2630 que censura internet. Votação é hoje no Senado

Da Redação

O vigário paroquial na Paróquia Cristo Rei, em Várzea Grande (Mato Grosso), Padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior, lançou nas redes sociais um apelo aos senadores que não aprovem o Projeto de Lei 2630/2020. Para ele, o projeto estabelece uma censura total na internet.

“Gostaria que você que é cidadão brasileiro, mesmo que não seja católico, prestasse muita atenção no que eu vou dizer. existe um projeto de lei, o projeto 2630/2020 que será votado nesta terça-feira e esse projeto de lei irá enfraquecer tremendamente a nossa democracia e tem a potencialidade de impor uma censura praticamente total na internet. É muito grave!”, diz o padre em vídeo que viralizou nas redes sociais.

Padre Paulo diz não acreditar no argumento dos defensores do PL 2630, de que o projeto seria bom porque vai garantir ao usuário de redes sociais que as informações que vai receber não sejam fake news. “É uma promessa maravilhosa, dos sonhos, você receber as notícias e ter certeza que não é fake news. Mas quem vai chegar os fatos? Aqui vem a piada. As grandes corporações que são donas das plataformas. Ou seja, estas grandes corporações monopólios de um pequeno número de pessoas. (...) Esses grandes conglomerados é que vão dizer se a sua postagem é fake ou verdadeira”, alerta.

Segundo Padre Paulo Ricardo, é notória a irritação dos cidadãos com as fake news, mas isso não pode ser usado como desculpa para que o direito de se expressar nas redes sociais seja tolhido. “Brasileiros, vamos fazer algo como cidadãos. Precisamos de espaços onde nós possamos nos expressar. Isso é um direito democrático”.
AOS SENADORES – Padre Paulo é duro na sua mensagem direcionada aos 81 senadores brasileiros. Segundo ele, quem defende o PL 2630 ou tem dificuldades cognitivas ou está a serviço daqueles que querem implantar a censura. “Se você que é senador, está defendendo esse projeto 2630 achando que ele vai fortalecer a democracia, me desculpe, ou você tem dificuldade de compreensão da realidade, o que a gente chama de desinteligência, ou você é um agente de desinformação”.

Quem é o padre Paulo Ricado?

padre censura 2.jpg

 

Com 52 anos, Padre Paulo Ricardo é escritor e professor universitário, ordenado sacerdote católico no dia 14 de junho de 1992, pelo Papa João Paulo II. Atualmente, é vigário paroquial na paróquia Cristo Rei, em Várzea Grande (Mato Grosso), e se dedica à evangelização através dos meios de comunicação. Leciona Teologia no Instituto Bento XVI, da Diocese de Lorena (São Paulo), desde 2011. Foi apresentador do programa semanal Oitavo Dia, pela TV Canção Nova, em 2007. E atualmente conta com mais de 1 milhão e 500 mil seguidores no Facebook, e mais de 900 mil no Youtube.

Evie essa matéria para os senadores de MT e faça valer seu direito de liberdade de expressão

Senador Carlos Fávaro ([email protected] )

Senador Jayme Campos ([email protected])

Senador Wellington Fagundes ([email protected])

A mensagem também pode ser enviada por outras redes sociais, como Facebook, Instagram, etc. O que importa é fazer as mensagens chegarem até os senadores.

Comente esta notícia

Maria das Graças Lima 03/09/2022

Absurdo tirarem de Pe. Paulo Ricardo o direito à liberdade de expressão. Crime é esses políticos quererem tirar o direito do povo escutar a palavra e os ensinamentos de Deus.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT