Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

POLÍTICA Sábado, 24 de Abril de 2021, 10:49 - A | A

24 de Abril de 2021, 10h:49 - A | A

POLÍTICA / GRAVES IRREGULARIDADES

Deputada vai pedir suspensão de atendimento no Santa Rita de Alta Floresta

Edésio Adorno
Tangará da Serra



Bombardeado por denuncias de grave irregularidade, o Hospital e Maternidade Santa Rita, de Alta Floresta, pode ter o contrato com o Governo de MT de prestação de serviços em leitos UTI covid-19 suspenso enquanto perdurar as investigações na esfera administrativa, quanto no âmbito dos órgãos de controle externo.  

Lideranças políticas, empresariais e gente da comunidade prometem realizar, na tarde deste sábado, uma carreata em homenagem as vitimas da covid-19 e pela desabilitação dos leitos de UTI do Santa Rita. O hospital privado está no centro do furacão, depois que o médico Wagner J. Miranda Jr despejou nas redes sociais e confirmou ao MPE e PJC graves denuncias contra o Santa Rita.

Leia mais:

Após demissão, médico despeja graves denúncias contra hospital privado de Alta Floresta 

Os organizadores do evento pedem que os leitos de UTI sejam transferidos para o Hospital Regional.

“Ninguém confia em levar um parente para ser tratado de covid-19 no Santa Rita. Muita gente já morreu lá e enquanto as circunstâncias dessas mortes não forem esclarecidas, a população prefere se prevenir”, afirmou um dos organizadores à nossa redação.

Janaina Riva

Consultada pela reportagem de A Bronca Popular, a deputada Janaína Riva (MDB) afirmou ter conhecimento do que está acontecendo em Alta Floresta. Ela se solidarizou com os familiares das vítimas da covid-19 e prometeu requerer informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

“Vou requerer informações ao Estado e solicitar a suspensão dos atendimentos desse hospital até a finalização das apurações”, se comprometeu a deputada.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT