Terça-feira, 23 de Julho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 04 de Março de 2021, 16:10 - A | A

04 de Março de 2021, 16h:10 - A | A

POLÍCIA / MACABRO

Mulher mata marido tiro e enterra corpo no quintal de casa em cidade de MT

Allan Pereira
Rdnews



Uma mulher, identificada pelas iniciais M.R.R.G, de 36 anos, foi presa em flagrante, após confessar que matou o marido Francisco da Silva, de 48 anos, enquanto ele estava dormindo, na madrugada de 19 de fevereiro, no assentamento Jaguaribe, em União do Sul (a 719 km de Cuiabá). Para a Polícia Civil, ela disse que era vítima de violência doméstica. Uma adolescente de 17 anos e um rapaz de 20 anos também foram autuados por participação no crime.

Segundo o delegado Pablo Carneiro, a mulher se apresentou na delegacia, acompanhada do advogado e, primeiramente, disse que na data do crime, uma sexta, estava em discussão com o marido por conta de ciúmes e que ele teria forçado-a a manter relação sexual. Depois disso, ele a deixou de lado de fora de casa e trancou as portas. Ela ficou na casa da vizinha, que a abrigou.

mulher enterra marido.jpg

 

Quando retornou na casa no dia seguinte, a suspeita contou que ela e o marido passaram a discutir de novo e que ele homem pegou uma arma e disse que iria matá-la. Os dois entraram em luta corporal e, em dado momento, ela conseguiu empurrá-lo. Ela pegou uma arma de pressão, que foi modificada para disparar munição calibre 22, e deu um disparo que acertou a cabeça da vítima, segundo a primeira versão apresentada por ela.

Após ela dar esse depoimento, os investigadores e peritos da Politec foram até o local onde a suspeita indicou que teria enterrado o corpo. A cova tinha dois metros de profundidade por dois de largura. Contudo, o delegado e os investigadores começaram a desconfiar da história apresentada pela suspeita. “Conseguimos identificar que estava com algumas pontas soltas”, disse.

Como não cabia mais prisão em flagrante pelo homicídio, a suspeita foi presa por ocultação de cadáver, que é um tipo de crime permanente, pois a intenção de esconder o corpo se estende ao longo do tempo. Ela também foi autuada por homicídio qualificado e corrupção de menor. O rapaz foi preso pelo crime ocultação de cadáver, posse irregular de arma e corrupção de menor. A adolescente responde a um termo circunstanciado por crime análogo à ocultação de cadáver.

O delegado conta que está finalizando o inquérito e vai encaminhá-lo para a Justiça. Ele também vai pedir a prisão preventiva da suspeita pelo crime de homicídio qualificado.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT