Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 23 de Julho de 2020, 11:36 - A | A

Quinta-feira, 23 de Julho de 2020, 11h:36 - A | A

AÇÃO RÁPIDA

MPE vistoria asfalto meia boca construído pela prefeitura de Torixoréu para instruir ação de improbidade

EDÉSIO ADORNO
Da Redação

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Promotoria de Justiça de Barra do Garças, reagiu rápido a denúncia do site O Âncora, compartilhada pela Bronca Popular, que apontou a péssima qualidade da pavimentação asfáltica, que a prefeitura de Torixoréu realizou em algumas vias da cidade. A obra, que custou quase R$ 1,7 milhão aos cofres públicos, foi entregue a menos de 60 dias e já precisa ser refeita em vários pontos.  

Na manhã desta quinta-feira, uma equipe do MPE visitou in loco a obra de pavimentação asfáltica. É possível que um técnico tenha acompanhado a equipe ministerial e um laudo deve ser elaborado para materializar os defeitos no pavimento. A malha asfáltica apresenta ondulações e a lama betuminosa não teve aderência a superfície.  

A ação rápida do MPE evidencia preocupação com o dinheiro público, combate ao desperdício, a corrupção e defesa intransigente da moralidade, economicidade e eficiência na administração pública. Ação como essa coloca em relevo a importância e imprescindibilidade do MPE como guardião das leis e fiscal qualificado dos atos e desatinos de gestores desleixados, relapsos e negligentes com a gestão dos recursos do contribuinte.  

Parabéns ao MPE por mais esta atitude meritória em defesa do patrimônio da população de Torixoréu. Caso seja comprovado alguma irregularidade nos projetos ou na execução da obra, que a prefeita Inês Coelho e seu esposo, Odoni Mesquita, sejam responsabilizados e compelidos a ressarcir eventuais danos causados ao erário público.

Leia também: Asfalto meia boca com dinheiro da Sudeco pode deflagrar ação do MPF, CGU e PF em Torixoréu    

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT