Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

POLÍCIA Terça-feira, 01 de Junho de 2021, 14:22 - A | A

01 de Junho de 2021, 14h:22 - A | A

POLÍCIA / CAMPO NOVO

Indígena suspeita que irmão tenha morrido por feitiçaria e não covid-19 e ateia fogo em casa da Aldeia Sacre I

Edésio Adorno
Tangará da Serra



fogo aldeia.jpg

 

Um indigena, cujo nome não foi revelado, acredita que um outro indigena da Aldeia Sacre I, da etnia Pareci, foi à obito em razão de feitiçaria feita por uma mulher que também mora na aldeia e não por covid-19, conforme foi divulgado.

Seguro de que seu 'irmão' perdeu a vida para a macumba, esse indigena, juntamente com três homens brancos foram até a Aldeia e atearam fogo em 02 Hati (casa tradicional), 01 carro e 02 motocicletas, deixando um rastro de destruição.    

A Aldeia Sacre I fica localizada na área rural, entre Campo Novo do Parecis e Tangará da Serra.  

Segundo relatos de testemunhas, o ataque aconteceu por conta da morte de um indígena por Covid-19.

fogo aldeia 1.jpg

 

O suspeito, discordando da causa da morte, acreditava que uma moradora da Aldeia Sacre I teria realizado um ato de feitiçaria, resultando na morte do indígena, vítima do coronavírus.  

Procurada, a FUNAI não se manifestou sobre o assunto. Como pode ser visto nas imagens a seguir, não sobrou muita coisa da Aldeia Sacre I e alguns indígenas que ali vivem, se esconderam, com medo de futuros ataques.  

Foram encontradas capsulas de munição calibre 380, que possivelmente foram disparadas pelos suspeitos.

Com contéudo de Campo Novo no Face / Anthony Xavier  

fogo aldeia 2.jpg

 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT