Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 05 de Março de 2020, 12:05 - A | A

Quinta-feira, 05 de Março de 2020, 12h:05 - A | A

Revoltante

CORREDOR DA MORTE: 15 pessoas doentes do coração agonizam em hospital de MT

Celso Antunes
Jornal Oeste

Chegou em nossa Redação via WatZap denúncia de que vários pacientes estão sem atendimento médico.Vejamos o texto – em SIC – escrito pelos próprios pacientes: …”Estamos internados no Hospital São Luiz com problemas de saude (cardíacos) a maioria precisando fazer a cirurgia de revascularização (ponto de safena) e não estamos conseguindo vagas pelo SUS/MT tem paciente que se encontra com mais de 180 dias (6 meses) de espera sem nenhuma previsão de cirurgia", informa o Jornal Oeste de Cácres.

A reportagem destaca que o total de internados com o mesmo problema é  de 15 pacientes de Cáceres e região aguardando vagas .

Prossegue a publicação:

Valdeire Antônio da Silva de Mirassol do Oeste,   Aprecido Ferreira de Porto Esperidião, Manoel da Silva Oliveira de Cáceres,  Zildi Vieira de Souza de Cacere, José Frizera Ribeiro de Salto do Céu,  Terezinha de Jesus de Paula de Cacere, José Carlos Mequias de Araputanga, Alberto Inacio de Alcântara de Mirassol do Oeste, Isaias da Silva Cabral de Araputanga, Dorvina Freitas Ribeiro de Araputanga, Nair de Andrade de Cáceres,  Antonio Oliveira da Cunha de Pontes e Lacerda, Santo Didone Neto de São Domingo, José Maria Benachio Cáceres,  Estevam Rodrigues e Alvaro Rodrigues de Cáceres.”   

Acrescenta o orgão noticiosos:

"Diante desse caos, necessário que a Justiça – o Ministério Público – defenda os direitos desses cidadãos, que pagam seus impostos. A denúncia dá conta de que são 15 pacientes em estado praticamente terminal, ou seja, à beira da morte, visto que o órgão “coração” tem alta sensibilidade em qualquer patologia"

Emenda o site:

"Pelo que se tem ouvido, o Deputado Federal Doutor Leonardo viabilizou Recursos ao Hospital São Luiz, assim, espera-se que esses pacientes recebam o devido tratamento médico. Ou melhor – que se mostre a verdade da Emenda. Se é que isso, de fato, aconteceu. A nossa Redação não conseguiu as devidas informações. Contudo, que o assunto sirva de alerta às autoridades do meio médico, etc".  

Conclui a reportagem:

"No todo, algo carece ser feito em regime de urgência urgentíssima, mesmo porque torna-se inadmissível, sobremaneira, intolerável tamanho descaso para com a Saúde Pública. Ou seja: não dá para acreditar que esses pacientes estão confinados à morte, à espera da morte… Arre! O Hospital São Luiz e quem quer que seja, tem o direito de resposta para com esse caso".

Este jornal simplesmente acatou e acata qualquer tipo de denúncia bem formulada. Assim fizemos!

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT