Terça-feira, 23 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 18 de Março de 2021, 07:21 - A | A

18 de Março de 2021, 07h:21 - A | A

POLÍTICA / SEM NOÇÃO

Página de sociólogo espalha fake news sobre posse de suplente do PSL

“Não cabe a ALMT interpretar norma eleitoral”, diz jurista Hélio Ramos, em defesa da posse do 1º suplente Cattani

Edésio Adorno
Tangará da Serra



Por volta das 17horas de ontem, uma página na internet, que seria do sociólogo, filosofo e articulista político de ‘direita’, Manoel Carlos, disparou uma notícia falsa com manchete: “PSL nacional derruba Gilberto Cattani e empresário de Juína deve ser empossado deputado”.  

Pouco mais de duas horas depois, a página recua, reconhece a pisada na jaca e se auto desmente: “Reviravolta na ALMT; presidência deve dar posse para Gilberto Cattani”.  

A primeira publicação reflete apenas o desejo de uma pequena ala da direita de MT notoriamente contrária a posse do assentado da reforma agrária no Pontal do Marape, município de Nova Mutum, Gilberto Cattani, na vaga aberta com a morte prematura do deputado bolsonarista Silvio Fávero, em decorrência de complicações da covid-19.  

A segunda postagem é ainda mais falsa. Não houve reviravolta na ALMT coisa nenhuma.

Em um grupo de WhatsApp de Cuiabá, o jurista, professor universitário e especialista em direito eleitoral, Hélio Ramos, opinou, de cátedra: “Não cabe a ALMT interpretar norma eleitoral, por jurisprudência ou doutrina. O diplomado é o primeiro. O segundo suplente que lute”.

A posse de Gilberto Cattani na ALMT está prevista para acontecer nesta quinta-feira.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT