Segunda-feira, 24 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2020, 15:54 - A | A

24 de Dezembro de 2020, 15h:54 - A | A

POLÍTICA / MAMATA LEGALIZADA

Prefeita que teve registro de candidatura cassado aprova assalto aos cofres públicos

Vereadores abrem rombo de R$ 552 mil por ano no caixa da prefeitura com verba indenizatória

Da Redação



A prefeita de Torixoréu (500 KM de Cuiabá), Inês Coelho (DEM), sancionou uma lei que prevê a instituição de uma verba indenizatória de R$ 5 mil a ela mesma. O dispositivo legal também estabelece o benefício aos secretários municipais, procurador municipal e chefe de gabinete, no valor de R$ 3,5 mil. Já o vice-prefeito deve ganhar R$ 2,5 mil. A informação é do Folha Max

"Os benefícios foram instituídos pela Lei nº 1.113/2020, que regulamenta o pagamento de “décimo terceiro salário e demais benefícios aos agentes políticos eletivos e não eletivos, gratificação de eficiência e pontualidade, verba indenizatória para prefeito, vice e secretários e procurador do município”, assinada pela prefeita na última terça-feira (22)", acrescenta a publicação.

De acordo dom o Folha Max, a Lei sancionada pela prefeita Inês estabelece ainda uma gratificação a servidores efetivos (concursados) e comissionados (coordenador, diretor e chefe de departamento e assessores em geral). O valor, que pode variar de R$ 100 a R$ 500, depende do cumprimento de metas de pontualidade e eficiência no desempenho da função.

"O impacto anual nos cofres públicos da pequena Torixoréu, de 3.547 habitantes segundo o IBGE, será de R$ 552 mil", concluiu

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT