Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 20 de Abril de 2020, 11:49 - A | A

Segunda-feira, 20 de Abril de 2020, 11h:49 - A | A

Nova Marilândia

Vereador se muda para outra cidade, mas não abre mão do cargo e nem do salário; suplente cobra a vaga!

EDÉSIO ADORNO
Nova Marilândia

Nova Marilândia é uma das cidades mais pobres do médio-norte do Estado. Os indicadores sociais revelam que boa parte da população vive na pobreza. É expressivo o percentual de famílias que depende da política de transferência de renda do governo federal.  

“Graças a Deus que temos o bolsa-família, se não fosse isso, a gente passava fome”, contou à reportagem uma senhora de 78 anos, que cuida do esposo e de três netos.  

É nesse ambiente de miséria social que vicejam políticos aproveitadores. 

A Câmara Municipal é controlada pelo prefeito, que garante emprego e vantagens para parentes e cabos eleitorais de vereadores de sua base de apoio.  Os orgãos de controle externo, inclsuive o MPE, passam longe de Nova Marilândia.

O servidor público e suplente de vereador, Neucireno Francisco Gomes, procurou este site para, segundo suas palavras, denunciar a ocorrência de um fato que ele considera “ilegal e imoral”. Neucireno afirma que o vereador Donizete Martins Pereira teria se mudado e transferido seu domicilio eleitoral para Barra do Bugres.  

“Para ser vereador é preciso ser eleitor da cidade e o Donizete deixou de ser eleitor de Nova Marilândia, então ele deve renunciar ao mandato ou ser cassado pela Câmara de Vereadores”, argumentou o suplente  

Neucireno é o primeiro suplente da coligação que elegeu Donizete. Ele reivindica o cargo e já protocolou uma denúncia com pedido de providências a Mesa Diretora da Câmara Municipal.

Ouvido pela reportagem, o presidente da Casa de Leis, Manoel Fernandes, o Manézinho, confirmou que recebeu a denúncia contra o vereador Donizete. Na sessão plenária da última sexta-feira foi sorteada uma comissão para analisar o caso e emitir um parecer.  “Tem que seguir os trâmites legais, não posso receber uma denúncia e já cassar o mandato”, afirmou Manezinho. Sobre a votação das contas do prefeito Juvenal, Manezinho entende que o TCE/MT e o MPEC erraram ao recomendar a não aprovação, mesmo apresentando quatro apontamentos de irregularidades graves e gravissimas. 

Uma informação repassada ao site da conta de que os vereadores estariam tentando convencer Donizete a renunciar ao mandato para evitar uma possível cassação.  

Outro lado  

O vereador Donizete Martins Pereira confirmou a Bronca Popular que de fato transferiu seu domicilio eleitoral para Barra do Bugres, onde possui negócios e pretende disputar uma cadeira na Câmara de Vereadores.  

Donizete afirmou ainda que pretende aguardar o posicionamento dos colegas de parlamento sobre os desdobramentos da denúncia apresentada apelo suplente Neucireno.

Na sessão de sexta-feira, o vereador votou favorável à aprovação das contas do prefeito Juvenal Alexandre da Silva, mesmo com recomendação contrária do TCE/MT e do Ministério Público de Contas (MPC). “Estou no exercício do meu mandato, posso votar sem problema nenhum. Tenho esse direito”, afirmou o vereador

     

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT