Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Sábado, 27 de Junho de 2020, 18:16 - A | A

Sábado, 27 de Junho de 2020, 18h:16 - A | A

PEGO NA MENTIRA

Vistoria do TCE confirma versão do Governo do Estado e desmente fake news de deputado Ulisses

Da Redação

Uma vistoria foi realizada pelo TCE e apontou que o ginásio Aecim Tocantins guarda apenas equipamentos de proteção individual (EPIs), macas e móveis para serem distribuídos às unidades de saúde da Capital e do interior do Estado  

Os auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) confirmaram a veracidade das informações do Governo e constataram que o Ginásio Aecim Tocantins não está servindo de depósito para respiradores.

Uma vistoria foi realizada pelo TCE na quinta-feira (25.06) e apontou que o local guarda apenas equipamentos de proteção individual (EPIs), macas e móveis para serem distribuídos às unidades de saúde da rede estadual.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, explicou que os equipamentos serão usados para “equipar e modernizar toda a infraestrutura da saúde” dos hospitais da rede estadual. Ele enfatizou que a atual gestão utiliza o espaço para o armazenamento temporário, enquanto as unidades passam por adequações até ficarem prontas para receber o mobiliário.

“Os fornecedores entregam aquilo que estamos comprando, e é preciso guardar esses materiais até que as instalações estejam prontas para receber. Eu não posso enviar isso para unidades e lotar os corredores de camas, eu preciso acondicionar até que o local esteja pronto e, escolhemos este Ginásio para não gastar dinheiro alugando imóveis, já que o espaço não estava sendo usado”, afirmou Figueiredo.

Conforme o TCE, a motivação para a vistoria foram vídeos que circularam nas redes sociais nesta semana, com Fake News de que o Governo do Estado estaria estocando e “escondendo” respiradores e outros equipamentos para o tratamento de pacientes com a Covid-19 e montar um hospital de campanha.

“A partir dos vídeos que circularam nas redes sociais, foi realizada a inspeção in loco pelos membros da Comissão de Fiscalização para analisar as instalações e condições de armazenamento dos materiais e equipamentos. Foi identificado que a estrutura do local é adequada para o armazenamento, os materiais estavam bem organizados, empilhados e acondicionados de forma adequada. Não existiam medicamentos ou produtos sensíveis no local”, explicou o secretário de Controle Externo (Secex) de Contratações Públicas do TCE-MT, Saulo Pereira de Miranda e Silva.

Entre os equipamentos armazenados no Ginásio Aecim Tocantins, os auditores constataram que estavam macas, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e outros equipamentos que compõem os leitos de UTI, e que estão sendo encaminhados às unidades hospitalares do Estado. Os técnicos fizeram questão de constatar que não foram encontrados respiradores, monitores ou medicamentos. A vistoria foi acompanhada pelo secretário de Saúde e equipe técnica.

A Comissão de Fiscalização do TCE-MT coletou informações e realiza na próxima semana, outras duas vistorias, onde foi informado pela SES que os locais também estão servindo para armazenar equipamentos e materiais. (com assessoria do TCE)

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT