Sábado, 20 de Julho de 2024

BISTURI Segunda-feira, 24 de Maio de 2021, 22:48 - A | A

24 de Maio de 2021, 22h:48 - A | A

BISTURI / MUNDO HIPÓCRITA

Pau no prefeito e aplausos para Bolsonaro



Epidemiologistas do mundo inteiro são unanimes em afirmar que apenas a imunização da população seria capaz de deter o avanço da covid-19 e impedir que o morticínio causado pela omissão de governantes continue a produzir cadáveres em escala industrial.  

Essa parece não ser a percepção do governo brasileiro. O Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (MS) não oferece cobertura para a população. Faltam leitos de UTI, medicamentos e qualificados em quantidade suficiente para atender à crescente demanda.  

O líder que deveria conduzir o País com serenidade, equilíbrio e responsabilidade prefere passear de moto, promover aglomerações e estimular a transgressão das medidas de prevenção ao contágio da covid-19.

Mergulhado em profunda crise sanitária, o Brasil segue célere rumo a maior catástrofe humanitária de todos os tempos.  

Nas redes sociais, uma militância doentia não percebe a gravidade do momento, defende quem deveria ser responsabilizado e punido por quase meio milhão de mortes.

Agressiva e violenta, essa claque digital rufa o cacete em prefeitos, vereadores e achincalha governadores de estado, como se a obrigação de distribuir vacina não fosse única e exclusivamente do governo federal.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT