Domingo, 14 de Julho de 2024

POLÍCIA Sábado, 29 de Maio de 2021, 11:10 - A | A

29 de Maio de 2021, 11h:10 - A | A

POLÍCIA / CRUELDADE

Filho e ex-mulher mandam executar empresário por causa de herança

Da Redação



As investigações da Polícia Civil de Guarantã do Norte (715 km de Cuiabá) mostraram que a morte do empresário Gilberto de Oliveira Couto, de 46 anos, o “Bento Caça e Pesca”, no município, se deu por conta da divisão de bens da herança. Os mandantes, conforme o levantado pelas autoridades, foram o filho, a ex-mulher e o atual namorado dela.

Segundo as investigações, o crime foi motivado por questões patrimoniais, relacionadas a divisões de bens de herança.

“Estamos trabalhando de foram intensa para esclarecimento dos fatos e agora com a prisão dos mandantes, as investigações continuam em busca de identificar os executores e a forma como o crime foi praticado”, disse o delegado Victor Hugo Caetano de Freitas.

O crime ocorreu na manhã de terça-feira (25.05) quando o empresário foi alvejado por aproximadamente quatro disparos em frente a sua residência no bairro Jardim Vitória em Guarantã do Norte. O corpo da vítima apresentava ferimentos de arma de fogo nas costas e cabeça e estava há aproximadamente quatro metros da sua motocicleta que também estava caída.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências para apurar o homicídio e identificar os envolvidos no crime. Durante as investigações, várias testemunhas foram ouvidas e todas apresentaram as mesmas versões, identificando os suspeitos como mandantes do crime.

A informação é do Olhar Direto

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT