Domingo, 14 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 20 de Maio de 2024, 07:54 - A | A

20 de Maio de 2024, 07h:54 - A | A

POLÍTICA / LEGADO SANGUINÁRIO

Ditador sanguinário do Irã morre em queda trágica de helicóptero

O mundo civilizado recebe com alívio e indiferença a morte do ditador brutal que comandou o "Comitê da Morte"

Da Redação
A Bronca Popular



presidente irã.jpeg

 

O mundo civilizado recebeu com um misto de alívio e indiferença a notícia da morte do ditador Ebrahim Raisi, presidente do Irã, que antes de chegar ao poder comandou o infame "Comitê da Morte".

Sua trajetória foi marcada por uma brutal repressão política, incluindo a ordenação de execuções sumárias de milhares de opositores ao regime.

Raisi encontrou seu fim de maneira trágica neste domingo (19), vítima de um acidente de helicóptero na área de Varzaqan, no leste do Azerbaijão.

O presidente e seus companheiros estavam a caminho da cidade de Tabriz, no noroeste do Irã, após participarem de uma cerimônia de inauguração de uma barragem na fronteira entre o Irã e o Azerbaijão, na companhia do presidente azerbaijano, Ilham Aliyev.

O comboio, composto por três helicópteros, enfrentou problemas durante o voo devido à forte neblina. Enquanto os outros dois helicópteros, transportando o ministro da Energia Ali Akbar Mehrabian e o ministro da Habitação e Transportes Mehrdad Bazrpash, conseguiram chegar ao destino sem incidentes, o helicóptero de Raisi fez um pouso forçado próximo à cidade de Jolfa, cerca de 600 km a noroeste de Teerã.

Entre os passageiros estavam figuras proeminentes do governo iraniano, incluindo o Ministro das Relações Exteriores Hossein Amir-Abdollahian, o imã de Tabriz Mohammad-Ali Al-Hashem e o chefe da província do Azerbaijão Oriental, Malek Rahmati, além da tripulação do helicóptero e um oficial de segurança, conforme relatado pela agência de notícias Mehr.

A confirmação da morte do presidente Raisi e de sua delegação veio do vice-presidente iraniano, Mohsen Mansouri, que anunciou o trágico desfecho do acidente de helicóptero.

Os corpos das vítimas serão levados para Tabriz, conforme informou o chefe do Crescente Vermelho.

O falecimento de Raisi põe fim a uma era marcada por sua mão de ferro e pelas políticas repressivas que infligiu ao povo iraniano.

A morte do ditador curel e sanguinário, embora lamentável do ponto de vista humano, é recebida com alívio por muitos que sofreram sob seu regime autoritário.

Agora, o Irã enfrenta a incerteza do que o futuro reserva após a partida de seu líder sanguinário.

Comente esta notícia

Marcos Daniel Mendes Barbosa 20/05/2024

Justiça de Deus tarda mas não falha!

positivo
1
negativo
0

1 comentários

1 de 1

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT