Terça-feira, 18 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020, 21:08 - A | A

21 de Setembro de 2020, 21h:08 - A | A

POLÍTICA /

Esposa de mafioso ligado ao PT e alvo da PF é assessora do senador biônico Carlos Favaro

Edésio Adorno
Tangará da Serra



Márcia Zampiron é uma advogada famosa e muito conhecida. Ela é esposa do ex-presidente do Banco Popular, durante o governo Lula, Ivan Guimaraes, que tem fortes e espúrias ligações com os petistas José Dirceu, Delúbio Soares e Patrus Ananias.  

Ivan, também conhecido como “o terrível”, foi operador financeiro de Hélio Costa durante a campanha ao governo de Minas Gerais em 2010. O dono da empreiteira UTC, Ricardo Pessoa, preso em 14 de novembro de 2014, na sétima fase da operação Lava Jato, em delação premiada, colocou Ivan no olho do furação.  

Em depoimento aos procuradores do MPF, Pessoa afirmou ter acertado com Guimarães a doação de R$ 500 mil de caixa 2 para a campanha de Hélio Costa e Patrus. O prontuário policial de Ivan, o terrível, não se resume a isso. É bem mais extenso. Ele operou nos bastidores e atuou na sombra para levantar dinheiro para abastecer o caixa 2 do PT e do PMDB.  

Entre tantos profissionais qualificados para atuar em sua assessoria, o senador biônico Carlos Favaro (PSD), que tenta a reeleição, contratou justamente a esposa de Ivan Guimaraes, a advogada Marcia Carina Castelo Branco Zampiron. Fosse a jurista apenas esposa do operador financeiro de petistas e pemedebistas, o caso não chamaria atenção de analistas políticos.  

O balacobaco é que a doutora Zampiron também é alvo de investigação da Polícia Federal. O nome dela apareceu no bojo da Operação E$quema S, que apura desvio de mais de R$ 150 milhões do Sesc e Senac no Rio de Janeiro.  

Zampiron figura ao lado de medalhões da advocacia, como os defensores de Lula, Roberto Teixeira, Cristiano Zanin Martins, Tiago Cedraz Leite Oliveira e Frederick Wassef, entre outros renomados defensores de políticos e empresários pilhados por corrupção, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, peculato e outros crimes contra a administração pública.  

A presença de Marcia Zampiron no gabinete de Favaro foi descoberta pelo O Antagonista, que questionou o senador sobre sua contratação. Por meio de sua assessoria, o senador interino afirmou: “esclarecemos que o procedimento de contratação seguiu todos os requisitos legais, inclusive com a apresentação de todas as certidões negativas”.  

Essa é uma explicação que nada explica. A opinião pública interessa saber se Favaro encontrou Zampiron ou se foi ela que o encontrou. “A contratação dessa advogada foi uma escolha pessoal do senador ou atendeu a indicação de algum amigo?”, indaga um morador de Lucas do Rio Verde, em um grupo de Whatsapp.  

“Ressaltamos que a servidora vinha fazendo um excelente trabalho, desempenhando a contento todas as funções que lhe eram determinadas. No entanto, por uma questão de cautela e zelo com os recursos públicos, a servidora será exonerada a pedido até que tudo se esclareça”, completou a nota emitida pela assessoria do senador interino.  

O busílis não é a competência profissional da advogada contratada assessora do gabinete do senador. Fávaro precisa explicar tim-tim por tim-tim como essa ilustre senhora foi parar em seu gabinete, já que nada acontece por acaso.  

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT