Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020, 08:30 - A | A

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020, 08h:30 - A | A

BATEU DURO

Pinheiro leva invertida de Mendes: "apequenar é meter dinheiro no paletó e pedir voto"

Edésio Adorno
Cuiabá

O governador Mauro Mendes (DEM) deu um cruzado direto no fígado do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) ao responder críticas do inquilino do Alencastro. O pemedebista afirmou que as vaias que Mendes recebeu em Sinop, durante visita do presidente Jair Bolsonaro, "devem ter doído muito" e o democrata, possivelmente, teria se apequenado.  

Os apupos a que se refere Pinheiro foram orquestrados pelo presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, que mobilizou sua claque para afrontar o governador Mendes, que contrariou seus interesses pessoais. Galvan não gostou de ser autuado pelo Indea por descumprir a regra do vazio sanitário, que está em vigor há quase 20 anos no Estado.  

Em resposta ao prefeito pé na cadeia, Mauro Mendes disparou uma fecha no alvo, direto no fígado de Pinheiro: “apequenar é meter dinheiro no bolso do paletó e ter coragem de pedir voto para população”.  

Na refrega a Pinheiro, Mendes emendou:

“Coragem é uma coisa que nunca me faltou e vaiado eu vou ser até o último dia. Quando você toma decisões corretas, você afeta interesses de alguns poucos. Agora, eu governo para maioria, não governo para minoria. Então, governar para todos, significa que em algum momento, você vai tomar decisões que vai contrariar interesses. Essas pessoas estão olhando par ao seu umbigo apenas”.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT