Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Sábado, 28 de Março de 2020, 11:21 - A | A

Sábado, 28 de Março de 2020, 11h:21 - A | A

TANGARÁ DA SERRA

Pré-candidata a vereadora usa Atacadão em fake news para defender reabertura do comércio

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra

Foto: Recorte/Facebook

Irene com bozo.JPG

 

A pandemia global causada pelo coronavírus ampliou o debate político ideológico no Brasil. Medidas de prevenção recomendas por organismos internacionais, como a OMS e pelo Ministério da Saúde, estão sendo olimpicamente questionadas pelo setor ogro do bolsonarismo.  

O próprio presidente Jair Bolsonaro defende abertamente o fim das medidas de isolamento residencial, distanciamento social e restrição ao funcionamento do comércio determinadas por governadores e prefeitos. Bolsonaro se refere ao convid-19 como sendo causador apenas de uma gripezinha, o que, segundo ele, não justificaria o fechamento do comércio. “Empresas vão falir e o desemprego vai matar muito mais gente de fome”, argumenta  

Em Tangará da Serra, a bolsonarista Irene Lopes, que já se declarou pré-candidata a vereadora, se tornou uma entusiasta defensora da reabertura do comércio.   Nas redes sociais, Lopes minimiza os riscos de propagação do covid-19 e defende o retorno as aulas e isolamento apenas para o grupo de risco, que seria formado por idosos e pessoas portadoras de doenças preexistentes.        

IRENE LOPES.JPG

 

Para sustentar sua posição, que é a bandeira de Bolsonaro, Irene Lopes dissemina massivamente fake news nas redes sociais. A mais recente, nunca a última, chega a ser escandalosa. Ela capturou um vídeo desses malucos que gravitam nas redes sociais e postou em sua página no Facebook e replicou em dezenas de grupos de Whatsapp como se fosse uma mensagem do diretor-presidente do Atacadão S/A. Uma farsa grotesca.  

José Roberto Meister Müssnich é o homem que fala pelo Atacadão e ele jamais falaria alguma besteira. O suposto empresário que Irene mostra no vídeo não tem nome e a marca de sua suposta empresa é desconhecida. O bruto anuncia a demissão de 60% dos funcionários de sua empresa tão falsa quanto a própria fala. Irene não se emenda.

Alertada quanto a autencidade do vídeo, Lopes editou a postagem, excluiu o nome do Atacadão, mas manteve a publicação em sua página no Facebook. O print comprova a tentativa de manipular, assustar e fraudar a opinião pública. O site entrou em contato com a assessoria de imprensa do Atacadão e aguarda resposta.

Veja o vídeo compartilha pela pré-candidata a vereadora:

 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT