Domingo, 16 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 29 de Abril de 2020, 13:05 - A | A

Quarta-feira, 29 de Abril de 2020, 13h:05 - A | A

Faça o que eu mando

RETRATO DA INCOERÊNCIA: Sem máscara, prefeito recomenda uso de máscara.

EDÉSIO ADORNO
Cuiabá

O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira MDB), recebeu ontem, em seu gabinete, representantes da fiscalização, vigilância sanitária, da secretarias de Planejamento e Assistência Social, além de um preposto da Caixa Econômica Federal, segundo informa o Diário da Serra.


Junqueira estaria preocupado com as filas e aglomerações de clientes da CEF. O prefeito exige a unidade bancária acabe com as aglomerações internas e externas na agência, afim de seguir as orientações sanitárias. 

O prefeito enfatizou a obrigatoriedade de observância as regras sanitárias de prevenção a propagação do coronavírus, dentre elas, o uso de máscaras. “Caso ocorra a continuidade das aglomerações acima da capacidade de atendimento pela agência, não restará alternativa que não seja a interrupção do atendimento ao público pela agência”, ameaçou Junqueira.

Grupo de risco

No último dia 23 de abril, Fábio Junqueira completou 63 anos. É portanto um idoso e como tal faz parte do grupo de risco, segundo consta nos protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS). 

É possível que o prefeito negligencia o uso da máscara por se considerar imune ao vírus ou por entender que a pandemia seja uma invenção política para desestabilizar o governo do presidente Jair Bolsonaro ou ainda por saber que a população de Tangará da Serra não será atingida pelo covid-19. Se nada disso for verdade, o que resta é um péssimo exemplo na crista da velha máxima: “faça o que eu mando e não o que eu faço”.

Na reunião com 12 pessoas, apenas Junqueira e um homem de camisa verdade, não identificado pela reportagem, não usavam máscara. Seriam eles imunes ao vírus?

 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT