Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

VARIEDADES Sexta-feira, 20 de Novembro de 2020, 12:59 - A | A

Sexta-feira, 20 de Novembro de 2020, 12h:59 - A | A

VIRGINIA MENDES

No Dia da Consciência Negra, primeira dama faz um alerta: “fomos feitos para viver como irmãos”

Edésio Adorno
Cuiabá

Engajada na defesa de bandeiras como voluntariado, assistência social e apoio as pessoas em situação de vulnerabilidade social, a primeira dama Virginia Mendes também se dedica na construção de políticas de igualdade de genero, de combate ao racismo e a violência contra a mulher.

 

Nesse dia de reflexão quanto a nossa origem, Virginia postou uma mensagem no Facebook de apoio a causa maior do Conselho da Igualdade Racial, que é a defesa da vida além da cor da pele.

 

Escreveu, a primeira dama:

 

O Dia da Consciência Negra é uma data que nos permite resgatar e valorizar a história do povo negro, a luta por direitos iguais e a importância do combate ao racismo.

 

É importante que nós como cidadãos tenhamos como compromisso o combate às práticas discriminatórias. O racismo praticado de forma sutil ou violenta é responsável por exclusões, pela baixa autoestima de pessoas negras, pelo alto índice de evasão escolar de alunos negros, e inúmeros outros problemas.

 

Tenho trabalhado muito em conjunto com o Conselho Estadual de Igualdade Racial para que os povos tradicionais e os negros tenham acesso a serviços públicos, assistência social e de promoção da cidadania.

 

Recentemente visitei três Quilombos (São Gonçalo 2, Sete Porcos e Capão Grande), levando cestas básicas, brinquedos e por meio de uma parceria com a Ouvidoria da Defensoria Pública, Secretaria de Saúde e a Setasc também atendemos os quilombos com testes de Covid-19 e materiais para combate ao coronavírus.

 

Essas comunidades são extremamente representativas, carregam a história da luta dos negros contra a escravidão. Tive a oportunidade de conversar com várias pessoas e de todas ouvi que nunca tinham recebido a visita de uma primeira-dama no Quilombo. Isso fortalece ainda mais o nosso trabalho e sinto que minha missão é fazer com que as ações do Poder Público cheguem a quem realmente precisa da mão protetora do Estado.

 

Quem escolhe fazer o bem, ajudar o próximo tem que ter coragem também para combater o preconceito racial. E eu escolho lutar todos os dias contra o racismo, convido vocês também a fazerem isso, a nos unirmos como irmãos, como iguais. É um dever moral que todos devemos ter!

 

Que Deus ilumine a todos nós no dia de hoje e que possamos ter sempre um olhar de amor ao próximo. Perante Deus somos todos irmãos, sem distinção de cor de pele, religião, origem, gênero ou orientação sexual!

 

Agradeço a parceria com o Conselho da Igualdade Racial e adorei a minha camiseta. Podem contar comigo sempre nessa luta

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT