Sábado, 20 de Julho de 2024

CIDADES Quarta-feira, 30 de Junho de 2021, 17:18 - A | A

30 de Junho de 2021, 17h:18 - A | A

CIDADES / ÁGUA NA TORNEIRA

Presidente da MT PAR confirma gestão junto à Funasa para a perfuração de poços em Tangará da Serra

Em entrevista ao Tangará Acontece (Rede TV), Wener Santos, afirma que a construção da adutora no Rio Sepotuba também está em discussão ao custo de R$ 22 milhões

Da Redação



O presidente da MT Participações e Projetos S/A - MT PAR, Wener Santos, confirmou a perfuração de poços artesianos em Tangará da Serra, durante entrevista ao Tangará Acontece, na manhã desta terça-feira (30).  

Wener explicou que recebeu um pedido do prefeito Vander Masson, do presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Heliton Luiz de Oliveira (Leto), e do vereador Hélio da Nazaré para uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura tanto em recursos para a captação de água do rio Sepotuba quanto para a perfuração de poços, com urgência, em razão do período de estiagem.  

O presidente afirmou que o primeiro passo já foi dado e técnicos ligados à Funasa foram até o município fazer o levantamento das áreas para a perfuração de pelo menos seis poços, sendo três na zona urbana e três na zona rural, entre eles, um na região do Bezerro Vermelho. Quanto à adutora, Wener disse que já conversou com o Governador Mauro Mendes e que ele é solidário nesta ação.  

“Já falei com o governador Mauro Mendes dessa dificuldade, o Leto já está cadastrando o projeto, orçado em quase R$ 22 milhões. A ideia é que o Governo entre com a metade dos recursos e o município com a outra metade para trazer a água do Sepotuba, acabando de vez com essa dificuldade. O governo é solidário nesta ação e eu quero ser parceiro através da MT PAR para resolver esse problema hídrico", disse em entrevista.  

Wener também destacou o programa Mais Habitação do Governo de Mato Grosso, que prevê a construção de 20 mil casas em diversos municípios. Neste programa, o Governo entra com infraestrutura, a prefeitura com terreno e o governo federal com o financiamento através da Caixa Econômica Federal.  

“A Prefeitura já nos apresentou três áreas, uma no Monte Líbano, outra no Barcelona e uma no Buritis II, por parte do Governo do Estado está fechada essa parceria. Nessas três áreas a estimativa é de construir até 500 apartamentos, então são 500 famílias que poderão ser atendidas”, finalizou.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT