Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

POLÍCIA Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020, 17:03 - A | A

Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020, 17h:03 - A | A

3 dias sob tortura

Tangará: agressor de mulher pede desculpas e alega traição

Da Redação
Folha Max

Um homem identificado como Edmilson Albuquerque que agrediu a esposa de 39 anos durante três dias e a manteve presa em uma casa no bairro Jardim do Lago em Tangará da Serra (242 km de Cuiabá) usou uma rede social nessa terça-feira (4) para pedir desculpas pelo crime. Segundo o relato de Edmilson Albuquerque, a mulher teria ido até a residência por vontade própria e que ele não teria cometido o crime de cárcere privado.

Ele disse ainda que o motivo da discussão seria porque a vítima o teria roubado, além de tê-lo traído. “Ela me roubou e ainda por cima me traiu então msm (Sic) tudo isso eu sei que fui errado mais foi na coisa da raiva não quis fazer nada disso mais não quero ser acusado de uma coisa q eu não fiz”, detalhou.

Em seguida, ele pediu desculpas pelo ato e afirmou que sua atitude também estava errada. A resposta foi dada em uma publicação do site Bem Notícias.

 
Mulher agredida TGA.jpg

 

Logo depois, um internauta questiona Edmilson para que ele se entregasse para a polícia, e o suspeito afirmou que iria até uma delegacia. De acordo com as informações da Polícia Civil, a mulher foi até o local  para conversarem sobre o relacionamento.

Neste momento, ele começou a agredí-la com chutes e socos. Em seguida, ele pegou um cabo de energia e começou a bater na mulher novamente.

O ex-marido bateu com sua cabeça contra a parede e ainda afogou a mulher no tanque. Ela foi agredida por três dias antes de conseguir fugir e pedir socorro para os vizinhos e conseguiu se libertar somente nessa segunda-feira (3).

O Corpo de Bombeiros foi até o local e encontrou a mulher desorientada e com diversos hematomas pelo corpo e no rosto, devido as agressões sofridas. Ela foi encaminhada para uma unidade médica, onde foi constatado que ela poderia ter fraturado uma costela.

Os pais do ex-marido foram presos como cúmplices, pois sabiam que a mulher estava presa em casa e sofria diversas agressões, no entanto Edmilson afirmou que a família era inocente e não sabia do ocorrido.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT