Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 05 de Abril de 2021, 11:14 - A | A

05 de Abril de 2021, 11h:14 - A | A

POLÍTICA / NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Nexa informa que mineração é atividade essencial por prover insumos para outras cadeias

Edésio Adorno
Tangará da Serra



Na semana passada, empresários, comerciantes, trabalhadores e políticos foram as ruas de Aripuanã protestar contra o rigor dos decretos do governo do estado e da prefeitura que suspenderam o funcionamento ou reduziram o horário de funcionamento de algumas atividades econômica. Insatisfeitos, eles chegaram a interditar por algumas horas o acesso a ponte sobre o rio Aripuanã.

Durante a manifestação, críticas foram disparadas a mineradora Nexa Projeto Aripuanã, sob o argumento de que a companhia estaria sendo privilegiada pelo poder público. Em verdade, não existe privilégio alguma. Mineração é considerada atividade essencial tanto pelo governo federal, quanto pelo estado e municípios.

“A mineração é considerada como atividade essencial por prover insumos para diversas cadeias como, por exemplo, a indústria farmacêutica, da construção, entre outras”, explica a Nexa, em nota de esclarecimento enviada a redação deste site.

Na nota, a empresa destaca que tem atudo fortemente em parceria com a prefeitura de Aripuanã. Argumenta que os investimentos para enfrentamento a Covid-19 incluem a disponibilização voluntária de R$ 500 mil em recursos, fornecimento de UTI aérea para atendimento a pacientes que necessitam de deslocamentos, doação de equipamentos hospitalares, cessão de veículo para a vigilância sanitária, além de campanhas orientativas à população.    

Na íntegra, a Nota de Esclarecimento da Nexa:   

A Nexa gostaria de esclarecer que a continuidade das obras de construção do Projeto Aripuanã está amparada por decretos das esferas federal, estadual e municipal que posicionam a mineração como atividade essencial por prover insumos para diversas cadeias como, por exemplo, a indústria farmacêutica, da construção, entre outras.  

Além disso, desde o início, a Nexa tem atuado fortemente para reduzir os efeitos da pandemia em parceria com o poder público. Os investimentos para enfrentamento a Covid-19 incluem a disponibilização voluntária de R$ 500 mil em recursos, fornecimento de UTI aérea para atendimento a pacientes que necessitam de deslocamentos, doação de equipamentos hospitalares (respiradores e cilindros de oxigênio, entre outros), treinamento de equipes médicas, doação de testes para o coronavírus, cessão de veículo para a vigilância sanitária, além de campanhas orientativas à população.  

Ainda na área da saúde, a empresa reformou e equipou uma sala no hospital municipal para atendimentos de urgência e emergência, realizou aporte superior a R$ 600 mil reais para manutenção de médicos por meio de termo de cooperação firmado com a gestão municipal e está dando início à reforma de quatro unidades básicas de saúde (UBS). No Projeto Aripuanã, inúmeras medidas para reduzir riscos de contaminação foram adotadas, seguindo os mais rigorosos protocolos de saúde.  

Além de manter empregos, a continuidade das obras do projeto permite aliviar os danos socioeconômicos gerados pela pandemia. E, em breve, também contribuirá para a recuperação do município de Aripuanã. A Nexa reafirma o compromisso de, como parceira da gestão e do povo de Aripuanã, continuar suas ações de enfrentamento e prevenção do novo coronavírus.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT