Sábado, 22 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 21 de Maio de 2020, 18:40 - A | A

21 de Maio de 2020, 18h:40 - A | A

POLÍTICA / Vítima de fake news

Ex-secretário de meio ambiente denuncia campanha de difamação nas redes sociais

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra



A empresa de confecção da esposa do ex-secretário de Meio Ambiente de Tangará da Serra, Magno César, venceu uma licitação na modalidade carta convite para fornecer máscaras faciais de tecido ao município em razão da pandemia do novo coronavírus. O valor global do contrato seria de R$ 20 mil reais. A compra teria obedecido os trâmites e requisitos legais.   Sem mostra vício ou algum elemento capaz de colocar a aquisição de máscaras sob suspeita, o fato ganhou as redes sociais e fez a alegria dos justiceiros de Whatsapp.  

Indignado com a afronta a sua reputação e da empresa de sua esposa, Magno emitiu uma carta aberta ao povo de Tangará da Serra para repudiar a campanha de enxovalhamento que sofre nas redes sociais. "Já registrei o boletim de ocorrência e acredito que logo a Polícia Civil descobrirá o autor ou autores dessas fake news", afirmou Magno 

Carta Aberta ao Povo de Tangará da Serra  

Há poucos dias denunciei um perfil fake no Facebook e de imediato já sofri a represália, com os mais baixos e caluniosos ataques.

Quem me conhece sabe que nasci em Tangará da Serra e nunca tive meu nome envolvido em qualquer que seja a irregularidade. Ando de cabeça erguida por essa cidade e tenho orgulho da minha trajetória e não são esses indivíduos, que sequer têm coragem de mostrar sua verdadeira face, com seus ataques difamatórios, que vão me intimidar.

Espalharam mais uma fake news, dessa vez dizendo que a empresa da minha esposa foi beneficiada com um contrato com a prefeitura para confecção de máscaras.

Faltam, como sempre, com a verdade! A empresa da minha esposa, que tem 35 anos de atuação no mercado, apresentou o menor preço no orçamento para execução do serviço.

Um trabalho árduo, dias e noites de esforço para entregar o material, devido a urgência que tinha, para que essas máscaras fossem distribuídas para os servidores públicos.

O preço apresentado pela empresa da minha esposa foi o menor, ao custo de R$ 4 cada máscara. Ela também realizou venda para outras empresas, tudo com nota fiscal do produto e o orçamento apresentado à prefeitura, era mais barato.

O material da empresa dela é 100% algodão, tecido duplo, lavável, ou seja, qualidade naquilo que foi proposto ser feito. Por toda a cidade máscaras de TNT, material muito inferir e não lavável, eram vendidas por mais de R$ 2.

E repito, são 35 anos de serviço prestado. Não são 35 dias.

Qualidade e honestidade naquilo que nos propomos a fazer, sempre! Outras empresas, de outras pessoas, também executaram serviços nesse sentido, mas só falam da empresa da minha esposa porque sabem que tenho colocada uma pré-candidatura para as próximas eleições em Tangará.

Fazem um jogo sujo, se escondem atrás de um perfil fake no Facebook para nos denegrir.

Já registrei o boletim de ocorrência e acredito que logo a Polícia Civil descobrirá o autor ou autores dessas fake news. A sociedade tangaraense não é fantoche para ser manipulada por esses fakes, por notícias falsas.

O Povo de Tangará conhece bem quem usa de uma canalhice dessas para atacar pessoas de bem!  

Magno César.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT