Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19:27 - A | A

Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19h:27 - A | A

Interdição da BR-174 não é movimento de esquerda nem contra Bolsonaro: é um pedido de socorro!

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra

A situação de completo abandono da região Noroeste do estado parece não sensibilizar a classe política. Além da BR-174, as rodovias estaduais que cortam a região também estão praticamente intransitáveis. Não à-toa, moradores, produtores, comerciantes e políticos locais rotularam a promissora região de “Vale dos Esquecidos”.  

Empresários do setor madeireiro, fazendeiros e gente do meio urbano estão mobilizados para realizar um ato político para chamar a atenção das autoridades. Interditar a BR-174 não é uma ação de esquerda, segundo dizem e muito menos um protesto contra o governo do presidente Jair Bolsonaro.  

A edição da Portaria 139/2020, pelo DENIT, que restringe o peso dos caminhões na via federal, pode agravar a situação e elevar o preço do frete. “Nossa manifestação, que não tem conteúdo de esquerda, é um grito por socorro”, afirmou um produtor rural, em mensagem de texto enviado ao site.  

“Votamos no presidente Jair Bolsonaro e apoiamos seu governo. Queremos apenas que ele saiba a extensão de nosso drama, que veja de perto nossa situação de abandono e de sofrimento”, completou

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT