Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 09 de Janeiro de 2020, 07:58 - A | A

Quinta-feira, 09 de Janeiro de 2020, 07h:58 - A | A

Escola Agricola

Junqueira e repórter do Bem Notícias protagonizam bate boca nas redes sociais

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra

A informação antecipada, em primeira mão pelo site a Bronca Popular sobre o possível fechamento da escola agrícola de Tangará da Serra, pautou a imprensa, forçou o prefeito Fábio Martins Junqueira (MDB) a emitir nota de esclarecimento à população e continua gerando acalorados debates nas redes sociais.  

O mais recente arranca-rabo foi protagonizado pela poderosa editora do blog Bem Notícias, Larissa Ariane e o prefeito Junqueira. A peleia, como diria o cronista do sertão, se sucedeu no território da valente jornalista.  

A senha para o duelo foi uma publicação do assessor de imprensa da prefeitura, Diego Soares, que postou na página do Bem Notícias no Facebook uma nota desmentindo o fechamento da escola agrícola.  

Larissa usou a postagem de Soares para fundamentar uma manifestação do diretor do IFMT, que teria afirmado que a instituição não tem condições de assumir a escola agrícola. “Obrigada por reforçar o que está em texto”, escreveu.  

Provocado, Junqueira reagiu:  

“A única coisa a manifestar é que nenhuma informação passei para o Bem Notícias e o mesmo já trouxe até rebate”.  

Larissa insistiu: “O senhor então, não passou nada a sua assessoria? O texto da assessoria é o que está na matéria. Obrigada”.

Fábio retruca: “a informação do Assessor foi posterior a sua nota”.  

Em meio a fumaça dos disparos provocados por Larissa e Junqueira, surge Junior Cigano, que bedelha:

“É nesse caso deveria ter procurado os dois lados, assim teríamos a informação com precisão”.

A reação de Larissa, como diria Donald Trump, foi desproporcional.

“Que moral teria o senhor para questionar algo, se nem mesmo a verdade de quem és, mostra em rede social, precisa de um perfil fake”, acusou a indomada jornalista.  

Junqueira tentou contemporizar o debate e disponibilizou seu telefone particular para eventual esclarecimento.  

Irredutível como o personagem Brás Cubas, de Machado de Assis, Larissa subiu o tom contra Junqueira.  

“Como se fosse algo corriqueiro falar com o senhor. O senhor só se manifesta sobre aquilo que lhe convém. Seja cordial conosco, e numa próxima quando o procurarmos, dê entrevista. Já que o senhor alega que não foi procurado. E se o senhor se manifestou por meio de sua assessoria, é o discurso válido para a Imprensa. Tenha respeito por nós da Imprensa, não somos servidores públicos (...)”.

Como diria o reporter leva daqui pra lá e traz de lá pra cá, que marcou epoca no extino propagrama Maré Mansa, da Rádio Globo, entre mortos e feridos, todos teriam escapados incolumes.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT