Sábado, 22 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 04 de Novembro de 2020, 19:40 - A | A

04 de Novembro de 2020, 19h:40 - A | A

POLÍTICA / TANGARÁ DA SERRA

Prefeito manda apagar nome de ex-secretário de Meio Ambiente de placas de inauguração

Edésio Adorno
Tangará da Serra



O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Junqueira (MDB), ainda não aceitou e continua ressentido com a decisão tomada pelos dirigentes do Partido Verde (PV), que preteriram Wesley Lopes (MDB) e engrossaram a coligação de Vander Masson (PSDB).  

O PV é capitaneado pelo vice-prefeito Renato Gouveia, que chegou a ser cotado para disputar a prefeitura, mas recuou para participar da construção de um projeto de união por Tangará da Serra.

O ex-secretário de Meio Ambiente, Magno César, o vereador Romer Japonês, a professora Marcia Kiss, a ativista ambiental Tania Niclote, entre outros nomes de forte capilaridade eleitoral, formam uma chapa que pode eleger até três vereadores.  

Fábio Junqueira, que é um político calejado e de muita experiência, sabe que a debandada do PV ajudou a desidratar a candidatura de seu pupilo Wesley Torres.

Aborrecido, mandou retirar as placas de inauguração dos parques e do Bosque Municipal para apagar o nome do ex-chefe da SMEA.

O preço da pueril desforra será pago pelo contribuinte, que terá que arcar com os custos do feitio de novas placas de identificação das obras.

image

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT