Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 08 de Junho de 2020, 09:00 - A | A

Segunda-feira, 08 de Junho de 2020, 09h:00 - A | A

Menos votado em 2016

Quintão vai a reeleição; entre propostas deve estar Zona Azul que já defendeu no atual mandato

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra

Continuando a série de reportagens sobre os pré-candidatos a vereador, hoje falamos do vereador Ronaldo Quintão. Na eleição anterior, ele foi o vereador com menor votação entre os eleitos. Os 715 votos, no entanto, não tiram do vereador o entusiasmo pela reeleição. Para tornar essa tentativa mais próxima de ser possível ele decidiu deixar o Progressistas (PP) e se filiar ao Partido Social Liberal (PSL), que conta com nomes que ele considera de menor expressão eleitoral.  

Quintão diz que a péssima imagem que desfruta perante os servidores públicos não o atrapalhará nesta busca por voltar à Camara. Isso porque sua aposta está justamente no eleitorado que gosta do prefeito Fabio Martins Junqueira. “O eleitor que gosta do que representa o Fábio vai votar em quem para vereador? É nisso que eu penso quando avalio o cenário”, disse Quintão a um amigo.  

Além disso, Quintão avalia que na Presidência da Câmara Municipal tem feito uma gestão eficiente. Para “economizar” recursos, deixou de reformar o prédio do Legislativo, não fez pintura das salas, não construiu o Plenário novo, nem fez a aquisição de equipamentos. O único avanço visível foi a aquisição de uma camioneta S10 para o transporte de vereadores em atividades parlamentes.  

Mesmo sem adiantar quais serão as suas propostas para o próximo mandato, podemos ter alguma ideia do que irá defender quando olhamos aquilo que ele já defendeu no atual mandato. A implantação da Zona Azul em Tangará da Serra, por exemplo foi defendida por Quintão.  

A ideia defendida por Quintão era de cobrar pelo estacionamento de veículos nas ruas da cidade. O objetivo era abrir novas vagas de estacionamento, uma vez que com a cobrança muitas pessoas deixariam de estacionar no centro da cidade. Além disso, a medida geraria empregos para fiscais.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT