Domingo, 14 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 19 de Maio de 2021, 23:45 - A | A

19 de Maio de 2021, 23h:45 - A | A

POLÍTICA / ESCRITURA NA MÃO

Wener Santos e Robison Pazetto discutem regularização fundiária urbana com lideranças comunitárias de Cuiabá

"A determinação do governador Mauro Mendes é desenvolver um abrangente programa de regularização fundiária urbana em MT", diz o presidente do MT Par

Edésio Adorno



Governos do passado foram omissos com a regularização fundiária urbana dos 141 municipios do estado. Na Capital de Mato Grosso a quantidade de proprietários que detém apenas a posse precária dos imóveis que ocupam há decadas é enorme. Essa situação não é diferente nos demais municipios mato-grossenses.

FUNDIÁRIA.jpg

 

Disposto a encarar de frente o problema e resolvê-lo com celeridade, o governador Mauro Mendes (DEM) delegou ao MT Par e ao Intermat a responsabilidade de executar a regularização fundiária tanto de Cuiabá quanto de municipios do interior. Os trabalhos avançam em Cuiabá, Várzea Grande, Nova Marilândia e, nos próximos dias, deve ser lançado em outros municipios.

FUNDIÁRIA 5.JPG

 

O presidente do MT Par, Wener Santos, juntamente com o Diretor de Regularização Fundiária Urbana do Intermat, Robison Pazetto, participaram, na noite desta quarta-feira, de uma reunião com lideranças comunitárias da região do Coxipó da Ponte.

O evento foi organizado pelo presidente da União Coxipoense de Associações de Moradores (UCAM), José Maurício Pereira, em parceria com o secretário adjunto de Assuntos Comunitários e presidente da União Cuiabana de Associações de Moradores (UCAMB), Édio Martins de Souza e contou com a participação de presidentes de diversos bairros.

FUNDIÁRIA 6.jpg

 

Por força de lei, é responsabilidade da Diretoria de Regularização Fundiária Urbana do Intermat promover e xecutaver a regularização fundiária de áreas urbanas de jurisdição do Estado de Mato Grosso, principalmente aquelas das extintas CODEMAT (Companhia de Desenvolvimento do Estado de mato Grosso) e COHAB/MT (Companhia de Habitação de Mato Grosso).

"O problema nos governos do passado era a falta de recurso humanos e financeiros para realizar os trabalhos. Esse problema deixou de existir no governo Mauro Mendes. O MT Par entrou com recursos financeiros, uma empresa foi contratada e isso deu qualidade e celeridade nos processos", diz Pazetto.

FUNDIÁRIA 7.jpg

 

Para o presidente do MT Par, Wener Santos, entregar escritura é promover justiça social e possibilitar que o cidadão exerça em sua plenitude a cidadania e tenha seu direito de propriedade reconhecido pelo poder público. "Todo possuidor sonha com a escritura de seu imóvel, sua propriedade. Então, nossa missão é realizar esse sonho coletivo nos bairros de Cuiabá", frisou Santos

José Maurício agradeceu a presença de Wener e Pazetto na sede da Ucam para debater e apresentar solução para um problema que se arrasta a decadas. "Estamos confiantes, nossa esperança nunca morreu e agora temos certeza que nossos bairros serão regularizados e cada morador vai poder mostrar a escritura de sua moradia", comentou

O presidente da Ucamb, Edio Martins, lembrou que o morador não terá nenhum tipo de despesa com a regularização de sua propriedade. "Tudo, inclusive o registro da escritura no Cartório de Imóvel, será pago pelo Governo de MT. De noss parte, só temos que agradecer ao governador Mauro Mendes, o presidente do MT Par, Wener Santos e a direção do Intermat", concluiu.

Assista o vídeo:

 

 

image
image
image
image
image
image
image
image
image
image

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT