Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

BISTURI Segunda-feira, 15 de Junho de 2020, 10:17 - A | A

Segunda-feira, 15 de Junho de 2020, 10h:17 - A | A

Ladrão rouba ladrão

Delatora diz que Nadaf embolsou propina do Renascer

Comparsa de Barbosa logou o próprio chefe e mentiu para o MPF que propina do Renascer teria sido para pagar conselheiros do TCE

A Procuradoria-Geral da República (PGR) tem sob a mesa uma bomba de efeito retardado e um grande pepino deixados pelo nada honorável ex-chefe do órgão, Rodrigo Janot, o assassino em potencial que chegou a cogitar a execução a bala do ministro Gilmar Mendes, do STF.  

Nadaf foi o comparsa mais ilustre e influente de Silval Barbosa. Juntos, assaltaram os cofres públicos e o dano causado ao estado, segundo confessou o próprio Barbosa, teria sido da ordem de R$ 1 bilhão.

Ambos fizeram delação premiadíssima e estão livre, leves, soltos e impunes.  

Para conquistar a graça de Janot e de Luiz Fux, mentiram, falsearam números, caluniaram e terceirizaram a outros seus crimes.

Mais uma dessas mentiras acabam de ser descontruídas por alguém da entourage do próprio Nadaf.  

No Rdnews, uma informação que pode servir de pano de fundo para anular a delação de Nadaf e abrir as portas da cadeia para o comparsa trapaceiro de Silval Barbosa.  

“Ex-assessora da presidência no Senac e depois diretora financeira da Fecomércio, entidades então tocadas por Nadaf, Karla Cecília, que também fez delação, contou ao MPE e à Delegacia Fazendária que, junto com Lenes, ex-funcionária da Fecomércio, fizeram depósitos e depois saques de 10 cheques, somando R$ 1,2 milhão. E esse montante, assegurou ela, foi entregue para Nadaf, que guardava a dinheirama num cofre dentro da Fecomércio”, diz trecho da matéria.  

“Os mais de R$ 1 milhão de propina foi captado por meio do processo de desapropriação da área do bairro Renascer, em Cuiabá. Já Nadaf, em sua delação com quase 40 termos de declarações, apresentou a versão de que tal dinheiro teria ido para conselheiros do TCE, quando, em verdade, o embolsou”, destacou o jornalista Romilson Dourado, que assina a matéria.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT