Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

BISTURI Sábado, 13 de Junho de 2020, 05:46 - A | A

13 de Junho de 2020, 05h:46 - A | A

BISTURI / Líder de facção

Profissionais da saúde repudiam ordem de Bolsonaro para ‘invadir’ hospitais



Médicos, enfermeiros, seguranças e familiares de pacientes em tratamento de covid-19 receiam que a situação caótica de hospitais da rede pública possa se agravar ainda mais nos próximos.

A falta de leitos de UTI é apenas parte do problema.

O mais grave é conviver com o medo de ocupação de hospitais por bolsonaristas. Em mais uma atitude de absoluta irresponsabilidade, o presidente estimulou seus seguidores a invadir hospitais para filmar e conferir se os leitos de UTI estão efetivamente ocupados.

“Estimular baderna em hospitais não é o que se espera de um presidente da República. Isso é coisa de líder de facção”, observou uma enfermeira do Hospital Ronaldo Gazolla, do Rio de Janeiro, que foi parcialmente depredado, depois da fala de Bolsonaro, que orientou filmar tudo para conferir a ocupação de leitos de UTI para covid-19.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT