Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

POLÍCIA Terça-feira, 20 de Dezembro de 2022, 12:55 - A | A

Terça-feira, 20 de Dezembro de 2022, 12h:55 - A | A

TRAGÉDIA NA CAPITAL

Corretor paga fiança e é solto após acidente que matou grávida

Ele deve responder por homicídio culposo no trânsito, danos materiais e embriaguez ao volante

Da Redação

O corretor de imóveis Erick Matheus, de 27 anos, envolvido no acidente que matou Aline Simone Jordão da Silva, 34, na noite de segunda-feira (19), deixou a prisão após passar por audiência de custódia e pagar R$ 7 mil de fiança. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. Aline estava grávida de sete meses.

 

Erick tinha acabado de sair de uma confraternização e seguia pela Avenida Antártica, em Cuiabá, quando, segundo informações da Polícia, invadiu a contramão e colidiu frontalmente contra o Chevrolet Ônix em que estava Aline e seu marido, Alberto Júnior. 

 

Segundo uma equipe de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Aline morreu no local, mas foi encaminhada ao Hospital Santa Helena com o intuito de ao menos salvar o bebê. Entretanto, ele também não resistiu.

 

Já o marido dela foi encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Seu atual estado de saúde não foi informado.

Após o acidente, o corretor de imóveis foi detido e conduzido à Central de Flagrantes para confecção do boletim de ocorrência. Populares que estavam presentes no local se revoltaram e tentaram atacá-lo, uma vez que ele apresentava sinais de embriaguez. Ele não quis fazer o teste do bafômetro.

 

Ele responderá pelos crimes de homicídio culposo no trânsito, danos materiais e embriaguez ao volante.

 

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran).

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT