Terça-feira, 18 de Junho de 2024

POLÍCIA Sábado, 10 de Dezembro de 2022, 11:10 - A | A

10 de Dezembro de 2022, 11h:10 - A | A

POLÍCIA / CRIME AMBIENTAL

Extração ilegal de madeira compromete APP da Agrovila 03, no Antonio Conselheiro.

Da Redação
A Bronca Popular



Assentados na Agrovila 03, no Assentamento Antonio Conselheiro, que se estende pelos municípios de Tangará da Serra, Nova Olímpia e Barra do Bugres, estariam sendo vitimas de furto de madeira por madeireiros piratas que avançam sobre sítios e áreas de preservação permanente.    

Um morador da localidade entrou em contato com a reportagem para denunciar o crime ambiental em curso.

Segundo ele, os criminosos estariam retirando madeira para fazer lascas para cercas até nas proximidades de um córrego que banha a região. “Eles ganham dinheiro porque essas lascas são vendidas para fazendeiros”, relata, sob a condição de anonimato por temer represália.    

A fonte repassou à reportagem os nomes dos supostos madeireiros e a placa de uma F-1000 utilizada no transporte da madeira. Por enquanto, essas informações serão preservadas para não atrapalhar as investigações.    

“Espero que a SEMA, o IBAMA, o Batalhão Ambiental da Polícia Militar e os políticos da região tomem alguma atitude para fazer cessar essa prática criminosa. Chega de omissão e cumplicidade”, concluiu o denunciante.

Veja fotos:

image
image
image
image
image

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT