Sábado, 13 de Julho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 20 de Maio de 2021, 21:06 - A | A

20 de Maio de 2021, 21h:06 - A | A

POLÍCIA / DESESPERO FAMILIAR

Pai suspeita que filha de 16 anos pode ter fugido com jovem do CV em cidade de MT

Da Redação
FolhaMax



Familiares da adolescente Ana Carolina Bonato Viniski, de 16 anos, que está desaparecida desde o último dia 17 após sair de casa no Residencial Júlio Domingos de Campos, em Várzea Grande, estão desesperados por informações que levem ao paradeiro da menina. A suspeita é que ela tenha fugido com o namorado de 17 anos.

O menor é suspeito de cometer pequenos crimes e ligou ameaçaNdo o pai da adolescente após ele proibir o namoro dos dois. Ana Carolina mora com o pai desde os dois anos.

 

Ela tem uma irmã gêmea que mora com a mãe, no Rio Grande do Sul. A relação da adolescente com o pai sempre foi tranquila e de boa convivência. 

Familiares contam que o pai havia liberado o namoro da adolescente e, inclusive, fez diversos convites para que o namorado dela frequentasse a casa deles. A situação mudou após o adolescente ter sido apreendido no último domingo (16), junto com usuários de drogas em uma boca de fumo da região.

 

O pai de Ana Carolina conversou com a menor e disse que os dois não poderiam mais se relacionar. Ao saber disso, o adolescente ligou para o pai da menor afirmando ser do Comando Vermelho e ameaçou matá-la, caso não liberasse o namoro dos dois. 

A tia de Ana Carolina conta que eles acharam que a menor tinha ido para o serviço, onde é menor aprendiz. Porém, ao entrar em contato com a empresa, descobriram que ela não tinha ido trabalhar. 

A tia de Ana Carolina entrou em contato com a mãe do rapaz e marcou um encontro para que pudessem conversar e tentar encontrar o paradeiro dos dois. Elas combinaram de se encontrar na terça-feira (18), porém a mãe do rapaz alegou que estava cansada e desmarcou o encontro.

A tia de Ana, então, informou que iria procurar a polícia. Ao checar o celular da menor, o pai e a tia dela encontraram diversas mensagens que mostram que o adolescente utilizava o número dela para anunciar produtos roubados em sites de vendas na internet.

Além disso, os valores também estariam sendo depositados na conta bancária da adolescente. Policiais da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) trabalham no caso.

Informações sobre o paradeiro da adolescente podem ser repassadas pelos telefones 197 ou (65) 3901-4823 e também pelo WhatsApp (65) 99982-7766.

 INFORME PUBLICITÁRIO: ANIVERSÁRIO DE 154 ANOS DE VÁRZEA GRANDE  

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT