Sábado, 22 de Junho de 2024

POLÍCIA Segunda-feira, 20 de Abril de 2020, 20:47 - A | A

20 de Abril de 2020, 20h:47 - A | A

POLÍCIA / Crime esclarecido

Polícia prende casal que matou tangaraense e colocou o corpo dentro de saco plástico

G1



A Polícia Civil prendeu um casal em Rondônia suspeito de latrocínio contra o empresário Assunção Campos, de 55 anos, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, em fevereiro deste ano. Os suspeitos devem ser transferidos para Mato Grosso ainda neste mês, onde ficarão à disposição da Justiça.

A prisão do casal ocorreu nesse domingo (19), em Itapuã do Oeste (RO).

A Polícia Civil informou que logo após o crime os suspeitos, que são marido e mulher, teriam fugido para o Amazonas e, recentemente, voltaram para Rondônia, onde foram presos.

O casal é suspeito de latrocínio e ocultação de cadáver. O corpo do empresário foi encontrado dentro da oficina dele, em um saco, em Tangará da Serra no dia 8 de fevereiro.

 

Ele chegou a ficar uma semana desaparecido. Na época, informações de testemunhas e amigos da vítima levou a polícia a investigar esse casal.

Testemunhas contaram à polícia que Assunção estava ajudando o casal que, com três filhos, se mudaram para Mato Grosso e estavam dificuldades financeiras.

Amigos do empresário também disseram à polícia que não se sabe o porquê o empresário teria dado abrigo aos suspeitos. Depois de cometerem o crime, eles fugiram com o carro da vítima.

O crime

O corpo de Assunção foi encontrado dentro da oficina dele, no Bairro Jardim Goiás, em Tangará da Serra, após uma denúncia no 190 dizendo que o dono do local teria sumido desde terça-feira (4), e que estava sentindo um cheiro ruim vindo da oficina.

Os policiais chegaram ao estabelecimento encontraram um corpo em estado de decomposição.

A Perícia Oficial Técnica (Politec) informou que a vítima apresentava lesões pelo corpo que teriam sido provocadas por uma faca.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT