Terça-feira, 18 de Junho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 12 de Novembro de 2020, 10:58 - A | A

12 de Novembro de 2020, 10h:58 - A | A

POLÍCIA / BANDIDOS DE FARDA

Polícia prende policiais que planejam assaltar policial candidata a vereadora em Cuiabá

Da Redação



Policiais da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) prenderam na madrugada desta quinta-feira (12) no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá, uma quadrilha que estava preparando um assalto a casa de uma candidata a vereadora. Entre os detidos, estão três policiais militares.

Entre os policiais presos, estão Roney Peterson Silva Faria e João Batista Silveira dos Santos. Outros dois presos identificados estão Jackson de Almeida Pereira e Samuel da Silva Pedroso.

O quinto indivíduo detido não teve o nome divulgado. Segundo as informações, a equipe da Rotam recebeu a denúncia de que poderia haver um assalto ao comitê de uma candidata a vereadora na manhã de hoje.

O comitê alvo seria da candidata Edleusa Mesquita (PSB), que é policial civil em Mato Grosso e presidente do Sindicato presidente do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil de Mato Grosso. Diante das informações, os policiais chegaram ao local onde o grupo estava reunido para preparar o crime.

 

Eles estariam de olho em pagamentos que ocorreriam na reta final da campanha. Os policiais se dirigiram ao local indicado e encontraram um homem em frente a residência.

Ele portava uma arma na cintura. Na sequência, a equipe percebeu que outros homens estavam tentando fugir da residência.

Eles foram abordados e portavam uma arma, cada um. Na casa, os policiais ainda encontraram uma algema, seis camisetas da Polícia Civil, três coldres de spark, um binóculo, um escudo de ferro artesanal, duas toucas balaclavas, seis pares de placas balísticas, quatro capas de coletes da Polícia Militar, dois bornais de perna, um coldre de revolver velado, cinco capas de coletes, três cintos de guarnição, um coldre maynards, duas mochilas de cor preta, além de uma espingarda de pressão. 

Segundo as informações, o grupo estava preparado até para um confronto com policiais. Eles tinham informações de que hoje entraria um grande aporte de recursos no comitê do candidata para pagar cabos eleitorais na reta final de campanha.

Todos os presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes. A Corregedoria da PM investiga a participação dos policiais militares no crime.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT