Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 22 de Setembro de 2020, 18:49 - A | A

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020, 18h:49 - A | A

CAMPO NOVO DO PARECIS

Em áudio enviado a um amigo, secretário de Ação Social promete entregar casas antes das eleições

Edésio Adorno
Tangará da Serra

O secretário de Ação Social da prefeitura de Campo Novo do Parecis, Márcio Canterle, preocupado com a reeleição do prefeito Rafael Machado (PSL), de quem foi ferrenho adversário no passado recente, enviou um áudio a um amigo que ele chama de Juarez para prometer que as casas serão entregues antes das eleições.  

As casas a que se refere Canterle é um conjunto habitacional com 450 unidades. O empreendimento foi lançado durante o mandato do ex-prefeito Mauro Valter Berft, que faleceu no último dia 09 de agosto, vítima de complicações cardíacas.

 

Desde que sucedeu Mauro na prefeitura, Rafael Machado, por razão que a própria razão desconhece, criou dificuldades para conclusão da construção dessas casas. Para baratear o custo da obra e garantir seu caráter social, Berft havia concedido isenção de tributos municipais. “A redução no custo de construção beneficia os futuros beneficiários do programa, que são famílias de baixa renda”.  

Machado mandou um projeto de lei para a Câmara Municipal e os vereadores de sua base de apoio revogaram o benefício fiscal. Segundo uma fonte junto a prefeitura, Rafael Machado pretente cobrar retroativamente o ISSQN da construtora.  

Canterle.JPG

Canterle: de oposição a cabo eleitoral de Machado

“Rafael nunca teve interesse na conclusão da construção dessas 450 unidades habitacionais porque ele imaginava que a entrega a população fortaleceria o nome do ex-prefeito Mauro, que planejava disputar novamente a prefeitura da cidade”, afirmou uma mulher, que é mãe de dois filhos, trabalha de diarista e compromete parte de sua renda com aluguel de uma casa de três cômodos.

Preocupado com a reeleição de Machado, Canterle prometeu ao amigo Juarez que as casas serão entregues antes das eleições de 15 de novembro. É uma boa notícia, tomara que se concretize.  Tomara também que essa mudança repetina de atitude não configure abuso de poder político e nem uso da máquina pública para fins eleitorais. 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT