Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2021, 18:00 - A | A

04 de Janeiro de 2021, 18h:00 - A | A

POLÍTICA / PEGO NA MENTIRA

Em discurso de posse, Machado falta com o decoro, ofende MPE e mente que não responde processo; vídeo!

Edésio Adorno
Tangará da Serra



O prefeito reeleito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado (PSL), é mesmo um falastrão descompromissado com a ética e incapaz de se de pautar de acordo com a verdade.  

No discurso de posse, realizado na Câmara de Vereadores, ele simplesmente faltou com o decoro inerente ao cargo, subestimou o primoroso trabalho do Ministério Público Estadual (MPE) e mentiu despudoradamente que não responde nenhum processo na justiça.   A fala de Machado é tão falsa quanto uma nota de três reais. Ele responde ação civil por ato de improbidade administrativa, ajuizada pela 1º Promotoria de Justiça Civil de Campo Novo do Parecis.  

Em edição do dia 20 de outubro, detalhes dessa ação foram publicados por este site, claro que a notícia não teve repercussão na imprensa amiga e foi olimpicamente ignorada pelos devotos do prefeito que se faz passar por paladino da moralidade.  

Leia um trecho da matéria:  

Uma penca de ilícitos reiterados contra a administração pública, apurada por meio de Inquérito Civil, motivou o representante do Ministério Público Estadual (MPE) a ajuizar ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado (PSL), que estaria se valendo do cargo, da caneta, de servidores e de recursos públicos da municipalidade para potencializar sua candidatura à reeleição.    

Informações contidas no Inquérito Civil Público nº 01/2020, instaurado pela 1a Promotoria de Justiça Civil de Campo Novo do Parecis corroboram denúncia de que Machado estaria se utilizando dos serviços e da estrutura da administração pública municipal em benefício próprio, promovendo-se as custas da máquina administrativa, em total afronta aos princípios da impessoalidade, moralidade e do interesse público.

Para ler a matéria complete, acesseMPE pede condenação de Machado a perda de função pública e a suspenção de direitos políticos por improbidade

Assista o vídeo

 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT