Segunda-feira, 24 de Junho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 30 de Junho de 2020, 17:43 - A | A

30 de Junho de 2020, 17h:43 - A | A

POLÍTICA / TANGARÁ DA SERRA

Paciente que Junqueira não deixou ser removido para UTI de Cuiabá morre de covid-19



O pastor e maestro Reginaldo Pereira de Jesus não respondeu ao tratamento de covid-19 e morreu, nesta terça-feira, na Santa Casa de Cuiabá. Na certidão de óbito do líder da Assembleia de Deus vai constar covid-19 como sendo a causa mortis. Mas essa pode não ser a causa determinante.

Este site acompanhou de perto o sofrimento de Reginaldo e produziu várias matérias para denunciar a delituosa irresponsabilidade do prefeito Fábio Martins Junqueira.  

No noite do dia 15 de junho, os médicos que assistiam o pastor no Hospital Municipal recomendaram sua remoção para uma UTI do Hospital São Benedito. A vaga foi conseguida. Mas Junqueira proibiu que o paciente fosse removido porque a transferência dele para Cuiabá desnudaria a realidade sobre os leitos de UTI.  

Naquele 15 de junho, o juiz de direito Francisco Ney Gaíva havia negado uma liminar ao MPE que pedia que o prefeito colasse em imediato funcionamento os leitos de UTI. Em sua decisão, o magistrado, induzido a erro, sentenciou que os tais leitos estavam aptos para receber pacientes covid-19.  

Autorizar a remoção do pastor Reginaldo para Cuiabá seria uma grande contradição com o entendimento do juiz. Junqueira interferiu, brigou, ameaçou e não deixou o pastor ser transferido para o São Benedito. Naquela data o paciente já apresentava comprometimento de 80% dos pulmões, instabilidade na pressão arterial e baixa saturação de oxigênio no sangue. Entubado, o pastor se debatia contra o ventilador, o que exigia redobrada dosagem de sedativo.

O site foi duramente criticado pelos devotos de Junqueira e até por parentes e familiares do pastor Reginaldo, que negavam a gravidade de seu quadro clinico.   Um filho do pastor Reginaldo escreveu no Facebook:  

“Apague esse lixo de reportagem agora! Eu sou filho do senhor Reginaldo e nada, absolutamente nada nessa porcaria diz a verdade! Não autorizei o uso do nome do meu pai, muito menos politizarem essa situação. Eu vou processar vocês por essas mentiras. Estão inventando mentiras. Ele não está entubado e passa bem. Agora, por favor, respeite minha família ou vão levar um fumo que não vai nem existir esse lixo de site. Ministério Público, pode esses bandidos fazer essa sacanagem com o cidadão?”.  

Junqueira pode olhar no espelho e negar a si mesmo que nada tem a ver com a morte desse paciente. Mas Deus que tudo viu e presenciou fará o julgamento no juízo final. Das mãos de Deus ninguém escapa. A Bronca Popular cumpriu seu papel, que é o de informar a verdade, ainda que a incompreensão seja a recompensa.

Leia mais sobre o tema:

Paciente covid-19 que Junqueira não deixou ser removido para Cuiabá consegue vaga na Santa Casa

Paciente covid-19 é transferido com urgência para UTI de Cuiabá; pastor espera nova vaga!

 A equipe de produção deste site se solidariza com os amigos e familiares verdadeiros do pastor Reginaldo Pereira de Jesus. Ele não morreu, permanece vivo com Cristo!

image
image
image

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT