Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2020, 20:12 - A | A

Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2020, 20h:12 - A | A

TANGARÁ DA SERRA

Partido que lançou Piva pré-candidato a prefeito deve na praça mais de R$ 2,5 milhões

EDÉSIO ADORNO
Tangará da Serra

O Partido Progressista (PP) reuniu seus membros graduados, na última segunda-feira, em Cuiabá para tratar de um assunto espinhoso. A situação financeira da agremiação degringolou de vez. Está no fundo do poço. Sem dinheiro e acossado por cobradores, a direção regional do partido expos aos dirigentes o tamanho do problema: um dívida de R$ 2,5 milhões. O perrengue financeiro se arrasta desde a era Chico Daltro, passou por Ezequiel e explodiu no colo da atual diretoria.  

O que fazer para recuperar a saúde financeira do PP é o grande desafio. Interlocutores procuraram o ex-senador e ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em busca de ajuda. A resposta da maior liderança do partido teria sido desanimadora. Uma solução caseira teria sido apresentada: dividir o passivo do partido com as lideranças espalhadas pelos 141 municípios. A cota individual ainda poderia ser parcelada em até 60 vezes. Até agora, segundo o site apurou, poucos pepistas teriam topado o sacrifício.  

Resta saber se o recém-lançado pré-candidato a prefeito de Tangará da Serra, empresário do ramo de combustíveis Arivaldo Piva e os pretensos candidatos a vereadores estariam dispostos a coçar o bolso para ajudar tirar o PP dessa constrangedora crise financeira.    

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT