Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 07 de Abril de 2021, 11:44 - A | A

07 de Abril de 2021, 11h:44 - A | A

POLÍTICA / "VOU TOMAR PROVIDÊNCIAS"

Prefeito de Tangará ameaça médicos que não prescreverem cloroquina, ivermectina e azitromicina

Edésio Adorno
Tangará da Serra



Diante de um quadro tétrico de quase 200 mortes pela covid-19 e com a cidade classificada no nível muito alto para contágio da doença, segundo boletim divulgado, na tarde de ontem, pela secretaria estadual de Saúde (SES-MT), o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson (PSDB), ficou atordoado, indeciso e sem saber o que fazer.  

A indecisão do chefe do executivo é compreensível. Ele reconhece o agravamento da crise sanitária, tem consciência do esgotamento da capacidade de atendimento da rede de saúde, sabe que de 170 a 230 pessoas com suspeita de covid-19 procuram diariamente o Hospital Municipal em busca de tratamento, segundo declarou a rádio Serra FM, mas receia adotar medidas mais rígidas de combate à doença e sofrer desgaste junto ao empresariado.  

Contemporizar foi a saída encontrada. Antes de editar um novo decreto para impor quarentena e estabelecer medidas de enfrentamento ao avanço do novo coronavírus, Vander pretende dialogar com o MPE, Governo do Estado e Judiciário. Ele pleiteia o mesmo tratamento que foi dispensado a Cuiabá, durante audiência de conciliação realizada entre poderes, órgãos e entidades representativas do segmento econômico, na semana passada.  

Somente depois de receber a resposta do governo, judiciário e MPE, Vander deve baixar o novo decreto. O edito, segundo ele afirmou, será publicado depois das 17h. Vander defende a ampliação do horário de funcionamento dos supermercados e pede a colaboração da população para evitar aglomeração, inclusive em jogos de futebol e em estabelecimentos comerciais.

Tratamento precoce

“Se você for consultado e o médico não te der todos os medicamentos, insiste com ele, converse com ele e pede que você quer o tratamento precoce. Pode falar, o prefeito colocou nas mídias sociais que Tangará tem tratamento precoce”, declarou Masson, em entrevista à rádio Serra FM, na manhã desta quarta-feira. “Fazendo o tratamento precoce, você vai sair bem dessa situação”, emendou

Na contramão da ciência, Vander Masson refuta a orientação da OMS, de especialistas e de autoridades medicas, que já pacificaram o entendimento de que cloroquina, ivermectina e azitromicina não tem eficácia comprovada no tratamento da covid-19. “Se você tiver sintoma e o médico do município não receitar o medicamento, procure a secretaria de saúde ou nos procure, que vamos tomar providências”, ameaçou, sem indicar qual punição será aplicada ao profissional de saúde que não seguir sua determinação.

Vander afirmou ainda que orientou a secretaria de saúde para orientar os médicos do município a prescreverem o tratamento precoce.

“Tangará tem medicamento para fazer o tratamento precoce para reduzir risco de internação em UTI”, argumentou o gestor

Reação

Um médico efetivo do município reagiu as declarações do prefeito Vander Masson quanto a imposição para prescrever cloroquina, ivermectina e azitromicina a pacientes com sintoma covid-19.

“Melhor seria o prefeito vestir um jaleco branco, colocar um estetoscópio no pescoço, se inscrever no CRM e assumir ele próprio o risco de indicar medicamento sem comprovação cientifica”, afirmou o médico, sob a condição de anonimato          

Comente esta notícia

Lucia Schaedler 07/04/2021

Apoio ao prefeito que a exemplo de outros municípios , esteja solicitando que seja dispensadas as medicações do tratamento precoce na rede pública de saúde ! Nós que trabalhamos no dia a dia da saúde e do atendimento do Covid sabemos o que isto representa! A grande mídia e muitas entidades mesmo medicas e de saúde estão comprometidas com O poder econômico e com orientação ideológica! Somos milhares de médicos no Brasil aplicando e defendendo esta linha de tratamento . Respeitando a autonomia médica, garantida pelo nosso conselho federal de Medicina , parabenizo o prefeito Vander Masson pela coragem em assumir que em Tangará da Serra temos tratamento precoce e com ele salvamos vidas!

positivo
0
negativo
0

Ricardo 07/04/2021

Olha não sou médico pode até não ter comprovação mas eu sarei com essas medicações e mais um monte de pessoas que conheço, remédio barato não dá lucro

positivo
0
negativo
0

Ana 07/04/2021

Esses medicamentos pode ser ingerido por gestantes !??

positivo
0
negativo
0

3 comentários

1 de 1

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT