Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020, 11:44 - A | A

Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020, 11h:44 - A | A

GASTANÇA NO MPMT

Procuradores e Promotores de Justiça vão ganhar Iphone de ultima geração; o mimo vai custar R$ 2,2 milhões

Edésio Adorno
Tangará da Serra

O Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) realizou uma luxuosa licitação para comprar 201 aparelhos Iphone 11 Pro Max 256 GB, além de outros aparelhos celulares pelo valor de R$ 2,2 milhões.  

Os aparelhos serão distribuídos para os promotores e procuradores de Justiça, que recebem altos salários, mais gratificações, auxílios, indenizações, entre outros penduricalhos.  

Uma esbórnia com o minguado dinheiro do contribuinte. A gastança do MPMT repercutiu Brasil afora. O deputado estadual por São Paulo, Arthur do Val "Mamãe Falei" (Patriota), por meio do Twitter, lembrou que enquanto o MP se preocupa com smartphone de última geração “mais de 70% da população de MT não têm acesso ao saneamento básico adequado e 20% da população no Estado vive em situação de extrema pobreza ou pobreza”.  

Ainda ontem (01), o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, alertou que a pandemia de covid-19 é o maior desafio que o mundo enfrenta desde a Segunda Guerra Mundial. Para ele, a situação pode levar a uma recessão sem paralelo e, por isso, exige resposta forte e eficaz.  

Enquanto Tangará da Serra enfrenta a mais devastadora crise de abastecimento de água, o mundo se prepara para uma tremenda recessão, o desemprego cresce no País, o MPMT se dá ao luxo de meter a mão no bolso do contribuinte para presentear seus membros com sofisticados aparelhos Iphone de última geração.

Arthur.JPG

 

 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT