Domingo, 16 de Junho de 2024

POLÍTICA Sábado, 18 de Julho de 2020, 06:00 - A | A

Sábado, 18 de Julho de 2020, 06h:00 - A | A

PT tenta suspender “cartão merenda” criado por prefeito tucano de São Bernardo do Campo

Partido dos Trabalhadores oferece representação contra programa lançado pela prefeitura de São Bernardo do Campo, que visa atender crianças e adolescentes durante a pandemia

Anderson Scardoelli
Revista Oeste

O Partido dos Trabalhadores enxergou irregularidade em projeto idealizado pela prefeitura de São Bernardo do Campo (SP) durante a pandemia da covid-19. Com escolas fechadas, o Executivo da cidade do ABC Paulista criou o “cartão merenda” para permitir que famílias com crianças e adolescentes matriculados na rede pública de ensino comprem alimentos. A iniciativa, no entanto, não agradou ao PT. O partido entrou na Justiça a fim de suspender o programa.      

A representação do PT é endereçada ao prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando. Integrante do PSDB, ele foi eleito em 2016, depois de o município passar oito anos sob comando do petista Luiz Marinho. De acordo com o Partido dos Trabalhadores, o prefeito de São Bernardo estaria “realizando propaganda eleitoral antecipada visando angariar votos a fim de viabilizar sua reeleição ao cargo”.  

Parecer do MP  

O posicionamento do PT, entretanto, foi rechaçado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo. Diferentemente do partido político, o órgão não viu indícios de irregularidade com o propagado “cartão merenda”. Dessa forma, o promotor Ulisses Cardoso de Oliveira Santos indeferiu o pedido formulado pelos petistas. Para ele, a divulgação do projeto se faz necessária, pois pode ser “extremamente útil a um número indeterminado de pessoas (eleitores ou não), sobretudo para viabilizar o acesso à informação”.  

|“Fundamental a fiscalização sobre a correta execução e alcance das políticas públicas”  

O promotor entendeu, por fim, que não faz sentido impedir um prefeito de participar de eventos e projetos realizados pela prefeitura que conduz. “Importante ressaltar que não se pode pretender impedir o prefeito de estar presente em situações como as apontadas acima, até porque fundamental a fiscalização sobre a correta execução e alcance das políticas públicas oferecidas pelo município”, escreveu Ulisses.  

Deputado reclama do PT  

Deputado federal pelo Cidadania de São Paulo, Alex Manente trouxe o caso à tona nesta semana. Ele criticou a postura do PT em relação ao “cartão merenda”. Em vídeo divulgado em sua página no Facebook, o parlamentar classifica o caso como “absurdo”. “Prejudicando as pessoas e pensando na eleição”, diz o congressista, conforme mostra material divulgado na rede social.

 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT