Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 19 de Março de 2021, 17:12 - A | A

19 de Março de 2021, 17h:12 - A | A

POLÍTICA / APELO MUNDIAL

Senadores de MT reagem a ‘omissão’ de Bolsonaro e apoiam busca de ajuda internacional contra covid-19

Jacques Gosch
Rdnews



A morte do senador Major Olímpio (PSL-SP), vítima da Covid-19, ampliou a crescente indisposição dos últimos dias do Senado com o presidente da República Jair Bolsonaro.   

Na última  quarta  (17), o comando da Casa consultou as lideranças dos partidos sobre a convocação pelo Congresso Nacional de  reunião com as cúpulas dos Três Poderes e ainda governadores e prefeitos do país.  

A ideia, que já tinha sido bem recebida pelos parlamentares e ganhou força após a notícia da morte do senador Major Olimpio, tem o apoio dos integrantes da bancada de Mato Grosso no Senado.  

Os senadores Carlos Fávaro (PSD), Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PL) concordam que é preciso pressionar Bolsonaro, que está sendo omisso no combate à pandemia.  

A proposta em debate é elaborar um plano nacional de contingência e uma coordenação nacional que envolva todos os Poderes, além de governadores e prefeitos.  

O Senado também já colocou em curso uma busca mundial por vacinas, conduzida pela presidente da Comissão de Relações Exteriores, senadora  Kátia Abreu (PP-TO).  

Os senadores também estão incomodados  com o fato de o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ainda não ter tomado posse. A cerimônia está prevista para o dia 23 de março.  

Além disso, as declarações de Bolsonaro nessa quinta  (18) colocando suspeição sobre o número de mortos irritou senadores, ainda mais após a morte de Major Olimpio. O presidente da República questionou a lotação das UTIs e disse que “parece que só morre de Covid”.  

Fávaro, Jayme e Wellington são favoráveis a busca de ajuda internacional para o combate a pandemia e para ampliar a vacinação no país. Por isso, defendem o pacto entre os Três Poderes e a sociedade contra a Covid-19. 

Leia a matéria completa, acesse Rdnews.

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT