Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 09 de Abril de 2020, 13:33 - A | A

Quinta-feira, 09 de Abril de 2020, 13h:33 - A | A

TANGARÁ DA SERRA

Uma pauta para o MPE: Junqueira se isola da imprensa e manipula informação sobre covid-19

O Boletim Diário do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus de Tangará da Serra divulgado, nesta quinta, revela números que chamam a atenção de observadores mais atentos. Infelizmente o prefeito se isolou da imprensa, a secretaria de Saúde está acéfala e a coordenadora da Vigilância Sanitária também não repassa informações aos profissionais de comunicação.  

Filhos da pauta – O assessor de comunicação da prefeitura, jornalista Diego Soares, administrava um grupo de Whatsapp denominado “Filhos da Pauta” com o objetivo subjacente de repassar informações oficiais aos profissionais da imprensa.   No início da noite de ontem, depois de ser cobrado que o prefeito estaria sonegando informação a imprensa e usando suas mídias pessoais para divulgar as ações que envolvem o enfrentamento ao coronavírus, Soares removeu o grupo.  

Uma pauta para o MPE – O prefeito Junqueira estaria fazendo uso político das ações de combate ao coronavírus, com o proposito claro de colher dividendos eleitorais.  O grosso das informações são divulgadas em perfil e contas privadas nas redes sociais. A questão é que adversários políticos, opósitos e jornalistas independentes são bloqueados. Assim, a informação fica restrita a quem apenas repercute o discurso oficial sem nada questionar.  

Boletim Jun.jpg

 

Em nome dos princípios da moralidade, publicidade e impessoalidade, seria interessante a intervenção do MPE para recomendar, sob as penas da lei, que o prefeito disponibilize todas as informações em canais oficiais da prefeitura. Fica a dica.   Boletim Covid-19 – O informe desta quinta diz que foram notificados 86 casos, destes 44 seriam suspeitos, 05 confirmados e 37 descartados. Uma observação obvia: se quase metade dos casos foi descartada, é possível deduzir que estão sendo excessivamente rigorosos no controle ou estariam ‘enchendo linguiça’ com notificação de todos os sintomas parecidos.  

Diferente de alguns municípios do estado, onde a circulação do vírus já é considerada comunitária, em Tangará da Serra a transmissão, segundo informação da secretaria de Saúde do Estado, a circulação do novo coronavírus seria local, que é aquela que ocorre quando os pacientes não estiveram em nenhum país com registro da doença, mas tiveram contato com outro paciente infectado confirmado.

Reabertura do comércio -  A prefeitura de Sinop flexibilizou a quarentena e permitiu a reabertura do comércio local. O Ministério Público e a Defensoria Pública recorreram contra a decisão. O  juiz da 6º Vara Civil, Mirko Vincenzo Giannotte, manteve, com ressalva, o decreto liberativo da prefeita Rosana Martinelli. O comércio pode funcionar, desde que adote os cuidados necessários. O magistrado manteve academias, instituições religiosas e eventos esportivos suspensos. 

Tangará da Serra, que tem uma população menor que a de Sinop pode e deve reabrir o comércio, desde que igualmente mantenha algumas restrições e não abra mão de cuidados preventivos e da segurança sanitária da população.

Paralisar tudo pode não ser a medida mais inteligente e muito menos a mais eficaz.

A chiadeira na cidade já é grande. Vamos evitar choro e ranger de dentes. 

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT