Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 18 de Março de 2021, 16:39 - A | A

18 de Março de 2021, 16h:39 - A | A

POLÍTICA / ERA CONTRA MEDIDAS DE RESTRIÇÃO

Vítima da Covid-19, senador Major Olímpio participou de aglomeração protestou contra lockdown

Líder do PSL no Senado, Major Olímpio participou de ato contra o fechamento do comércio duas semanas antes de ser internado com a Covid-19

João de Mari
Yahoo



O líder do PSL no Senado, Major Olímpio, ex-senador morto nesta quinta-feira em decorrência da Covid-19, participou de um ato contra o fechamento do comércio em Bauru, no interior de São Paulo, cerca de duas semanas antes de ser internado com a doença.   Na ocasião, a manifestação registrou aglomeração de pessoas e foi liderada pelo empresário Luciano Hang e a prefeita da cidade, Suéllen Rosin (Patriota), defensores dos ideias do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). 

"Força para Bauru, força para o comércio, força pra o direito de trabalhar", disse Olímpio na ocasião.

No mesmo ato, o senador também pediu impeachment do governador de São Paulo, João Doria (PSDB).  

Durante a manifestação antes de ser internado, Olímpio chegou a publicar um vídeo nas redes sociais dizendo "chega de descaso com o povo!".  

"Chega de aceitar os desmandos deste desgovernador. Fui às ruas nesta sexta-feira (12) em apoio à população do nosso estado contra o fechamento do comércio e pela abertura de mais leitos na Saúde", escreveu na legenda do vídeo.  

O senador era opositor do governador Doria. Em 2021, chegou a organizar manifestações também contra o aumento do ICMS, proposto pelo tucano. Posições contraditórias em relação à pandemia  

Por este motivo, as posições do parlamentar em relação à pandemia eram consideradas ambíguas. Apesar de se posicionar a favor da vacinação em massa, em outubro de 2020, criticou Doria por querer que a vacina fosse obrigatória.  

"O povo de São Paulo, estatisticamente, não quer essa vacina chinesa, e irá aguardar outras oportunidades. Portanto, não adianta Doria insistir pela obrigatoriedade dessa vacina. Nós, paulistas, e paulistanos, iremos tomar a vacina que nós decidirmos, que nós escolhermos. Não adianta ele vir com força política e fazer média num momento agudo como esse", afirmou Olímpio à época.    

Comente esta notícia

(65) 99978.4480

[email protected]

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT